Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Fátima e a Esfinge ecumenista

Nossa Senhora de Fátima
Ainda há quem pense que a Mensagem de Nossa Senhora de Fátima fosse, mais que tudo, para prevenir dos erros e horrores da esfinge soviética.

Na Bíblia um poder político absolutizado parece ser do Anticristo. Vejamos o livro do Apocalipse, capítulo 13.

“Vi, então, uma Besta que subia do mar… O Dragão entregou à Besta o seu poder, o seu trono e uma grande autoridade. Uma das cabeças da Besta parecia ferida de morte, mas a ferida mortal foi curada. A terra inteira encheu-se de admiração e seguiu a Besta, e adorou o Dragão por ter entregue a autoridade à Besta. E adoraram também a Besta, dizendo: «Quem é como a Besta? E quem pode lutar contra ela?» … Foi-lhe permitido guerrear contra os santos e vencê-los.”

Mas os cristãos devem entender que, mais que o poder de ataque da besta, estava em jogo a força na defesa da Cidadela da Fé, porque só esta é invencível.

“Se alguém tem ouvidos, ouça: Se alguém está condenado à prisão, irá para a prisão. Se alguém deve morrer pela espada, é pela espada que irá morrer. Aqui se fundamenta a perseverança e a fé dos santos.”

A ideologia ao serviço do poder não podia vencer atacando a Cidadela da Fé, mas só demolindo suas defesas desde seu interior.

“Depois disto, vi outra Besta sair da Terra. Tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro, mas falava como dragão. Esta segunda Besta exerce toda a autoridade na presença da primeira Besta. Ela faz com que a Terra e seus habitantes adorem a primeira Besta, cuja ferida mortal tinha sido curada. A segunda Besta opera grandes prodígios: faz cair fogo do Céu sobre a Terra, à vista dos homens. Por causa do poder de fazer esses prodígios, sempre na presença da primeira Besta, a segunda Besta acaba por seduzir os habitantes da Terra. Ela seduz a humanidade a fazer uma imagem em honra da Besta que tinha sido ferida pela espada, mas que voltou à vida. Foi-lhe permitido até mesmo infundir espírito na imagem da primeira Besta, de modo que esta pudesse falar e fazer com que morressem todos os que não adorassem a imagem da primeira Besta. A segunda Besta faz também com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, recebam uma marca na mão direita ou na fronte. E ninguém pode comprar nem vender se não tiver a marca, o nome da Besta ou o número do seu nome.
“Aqui é preciso entender. Quem é capaz, calcule o número da Besta; é um número de homem; o número é seiscentos e sessenta e seis.”


Nossa Senhora de La Salette

Os sacerdotes, ministros de meu filho, por sua má vida, pela sua irreverência e sua impiedade em celebrar os santos mistérios, pelo seu amor ao dinheiro, honras e prazeres, tornaram-se esgotos de impureza ... Roma perder a fé e tornar-se a sede do Anticristo

a

Se seis é conhecido como o número da imperfeição, 666 é o número da tríplice imperfeição no mundo: da carne, do possuir e do dominar. É a “linguagem” do Dragão, que visa através da obra das Bestas reunir a sua “massa dannata” aliciando as consciências.

Ora, se a primeira Besta tinha muitas cabeças, como muitos foram os impérios na terra, a segunda tinha na cabeça só dois cornos do poder, que é a tiara pontifical do sangue do Cordeiro. Assim, esta propôs uma “nova consciência da idade do amor”. Sim, para a entrega da própria Religião!

Aqui é preciso entender o mistério. O poder draconiano exercido através dessa segunda besta não estava no ataque e na linguagem de horríveis blasfêmias: estava na demolição das defesas católicas diante da besta. E o poder de então era do império comunista.

Foi nisto que os velhos e novos sacerdotes perceberam o abismo da ruptura que se processava em Roma entre o tempo de Pio XII, com todos os seus problemas, e os novos tempos de João XXIII, Paulo VI e sucessores, com todos os seus aplausos.

Estes promoveram até o prodígio de uma nova Pentecostes, enquanto a Igreja ruía e os fiéis eram confusos e dispersos.

Mas sobretudo, estes puseram mão na transformação da Cidadela da Fé, que é o Santo Sacrifício perpétuo. Desgraça final profetizada por Daniel e confirmada por Nosso Senhor (Mt, 24).

a

Fátima Ante La Esfinge, Padre Joaquim Maria Alonso

a

a

Padre Joaquim Maria Alonso

Padre Joaquim Maria Alonso

a

A Esfinge ainda parecia indecifrável para muitos? Não de certo para os padres fiéis como Saenz y Arriaga, que foi um dos primeiros a reagir com força até ser alegadamente excomungado!

Bastaria lembrar, para resolver o dilema, que em Fátima foi pedida conversão e penitência, mas os novos profetas convocaram um conciliábulo para declarar o direito de ignorar toda conversão e penitência, até dos Judeus.

Havia sido evidentemente «removido o último obstáculo» (II Ts, 2) à desmobilização da Cidadela da Fé na Igreja do Santo Sacrifício.

Essa “liquidação” é a visão do Terceiro Segredo de Fátima.

a

La Nueva Iglesia Montiniana

La Nueva Iglesia Montiniana, Padre Saenz y Arriaga

a

Mas para muitos tudo isto é ainda enigmático, como se nada tivesse acontecido e não tivesse sido erigida uma igreja montiniana e conciliar para a reconciliação com as lojas e sinagogas do mundo e a promoção de uma religião mundial!

Cuidado portanto, porque é próprio das esfinges desafiar a capacidade de cálculo dos homens: – decifra-me ou devorar-te-ei! Uma fome de almas que continua alimentada pelo grave estado de obnubilação de tantos cuja fidelidade se resume na falsa obediência ou no burlesco reconhecimento de autoridade papal dos demolidores da Fé e do santo Sacrifício!

Para estes não é possível que Roma perca a Fé e se torne a sede do Anticristo. Maria SS em La Salette ter-se-ia enganado sobre este fato, que hoje é presente.

Os doutos ensinam que contra fatos não há argumentos, mas estes pensam ter «argumentos» e de fé»!

Que Deus tenha piedade desta nossa miserável geração!

Anúncios

Uma resposta para “Fátima e a Esfinge ecumenista

  1. Pingback: Confira nossa Lista de artigos! « Pro Roma Mariana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: