Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

“CRIME E CASTIGO” na CRISTANDADE

por Araí Daniele

I – Delitos e penas pendentes sobre nós

Se sabemos ter sido perpetrado um delito que se repete e estende sem ser acusado e execrado, devemos também reconhecer seus efeitos fatais, que se revertem sobre nós e sobre nossos filhos… até que por fim… seja testemunhado, denunciado, para ser condenado e reparado.

Pois bem, tal delito foi cometido; tem data e efeitos devastadores, que continuam a vingar. Mas não é acusado, pois é tido como irreversível. Isto porque à sua origem está quem é reconhecido como papa legítimo, bom e beatificado, com autoridade «divina» para «alterar» a Igreja!

É verdade que o delito da eleição do modernista e filo-mação Ângelo Roncalli à Sede de Pedro só foi apurado depois, pelos seus frutos e alianças que sufocam e destroem a Fé católica. Mas estes são vistosos e inegáveis nos desvarios de seus sucessores; são cada vez mais reconhecidos até pelos fidelíssimos de olhar fixo nos paramentos pontificais!

Roncalli recebe o barrete cardinalício do Anti-católico Vicent Auriol

Roncalli recebe o barrete cardinalício do Anti-católico Vicent Auriol

Propaga-se por essa Nova Igreja Caótica Apóstata que o corpo de Angelo Roncalli se encontra Incorrupto, tal é falso e é confirmado pela Radio Vaticana: ” o Prof. Gennaro…  submeteu o corpo do Papa João XXIII a um tratamento à base de formalina, para preservá-lo de uma inevitável decomposição. Mas não se tratou de uma embalsamação.” Fato confirmado pelo cardeal Virgilio Noè. Cf. http://www.vaticanradio.org/portuguese/brasarchi/2001/RV22/01_22_58.htm

Assim, há o delito direto da demolição da Igreja católica pela sua «maçonização», que hoje se alarga a olhos vistos com as iniciativas para dissolvê-la no caldeirão das religiões unidas, engrossando o caldo infernal de uma «super religião universal» para o culto anticristão.

Este plano gnóstico vem dos primórdios da Cristandade, mas sempre foi denunciado e banido, até que nos nossos tempos teve apoios portentosos ao ponto de moldar e eleger um seu «papa».

Segue assim também o delito indireto da aceitação passiva do tremendo mal da ocupação da «Sé do Beatíssimo Pedro e Cátedra da Verdade como Luz para as Nações» por um infiltrado modernista que substitui o Papa católico eliminado com o seu séquito.

Para entendê-lo os católicos dispunham do Magistério e este estava ligado ao apostolado de conversão com a ajuda de um preciso Sinal com data, porque os efeitos do delito só seriam mais claros em seguida a 1960. Esta a ajuda da visão do «Terceiro Segredo» de Fátima.

Uma data recorrente e misteriosa

Epiphanius, um dos maiores estudiosos atuais das relações maçônicas de todo tipo com o adultério conciliar, indica fatos coincidentes no dia 28 de outubro, que devem ser bem mais que simples coincidência visto que se referem ao mundo do simbolismo maçônico:

1958, dia da eleição de João XXIII; astro caído do Céu em terra (Ap. 9);

1965, dia da promulgação dos decretos basilares do Vaticano II, dos quais a maléfica declaração Nostra aetate, que evoca Elias (3 Reis, 18);

1974, Paulo VI aprova definitivamente o Novus Ordo Missae, que visava acabar com a Missa católica, o Sacrifício perpétuo (Daniel 8, 12);

1978, João Paulo II profere o seu discurso inaugural e evoca a profecia: “Fatos espantosos e horríveis ocorrem na terra: profetas profetizam mentiras e os sacerdotes os aplaudem com as suas mãos; e meu povo amou essas coisas. Que castigo não virá depois de tudo isto?” (Jr. 5, 30-31);

1983, o Grande Oriente da Itália em reunião extraordinária aprovava as novas Constituições e o novo regulamento. No mesmo ano a Igreja conciliar aprova o seu novo Código de Direito Canônico almejado por João XXIII para substituir o de 1917 onde havia a exclusão da Igreja dos mações, artigo que não consta mais neste novo.

1986, decorria a 1ª reunião inter-religiosa global de Assis;

Nesta data, 28 de outubro de 312, o imperador Constantino venceu a batalha colocando-se sob o sinal da Cruz cristã, que passou a vencer o paganismo em Roma e no mundo. Ora, a igreja conciliar é radical e declaradamente anti-constantiniana!

O que era e o que representa para os inovadores o arco-íris?

Este passou a representar a abertura a todas as verdades, simbolizadas pelas múltiplas cores do arco-íris. Seria o acordo final, não só entre as diversas crenças, mesmo adversas, mas entre o bem e o mal, entre os opostos na aliança representada pelo arco formado pela serpente que se morde a cauda.

Altar de Igreja Conciliar

Altar da Nova Igreja Conciliar New Age

Missa Nova

Emblematicamente, a operação ecumenista – da homologação liberal de toda verdade -, no desprezo do princípio basilar de identidade e de não contradição, foi sempre o coquetel venéfico servido pelo espírito de rebelião.

Vela de Paróquia da Igreja New Age Conciliar na Baviera (Cf. http://dominikanie.pl/blogi/marek_kosacz_op/wpis,716,podroze_ksztalca.html)

Vela de Paróquia da Igreja New Age Conciliar na Baviera (Cf. http://dominikanie.pl/blogi/marek_kosacz_op/wpis,716,podroze_ksztalca.html)

O delito da adulteração da Aliança divina

Só o divino Sacrificado, Jesus Cristo pode nos recuperar desses desvios fatais.

Hoje, porém, em Seu mesmo nome, se quer a redenção conquistada pela evolução do homem com a liberdade de consciência e de religião; o oposto deste sinal único e inconfundível, que é o arco da Aliança posto por Deus (Genesis, 9, 8-17).

Vejamos um exemplo carnavalesco dessa transformação clerical.

Cardeais e bispos no estádio “La Favorita” de Palermo durante o Congresso da Igreja católica (conciliar) italiana  de dezembro 1995: sinal de Cristo o da nova super-religião do Arco íris?

Cardeais e bispos no estádio “La Favorita” de Palermo durante o Congresso da Igreja católica (conciliar) italiana  de dezembro 1995: sinal de Cristo ou da nova super-religião do Arco íris?

Para Robert Muller, arauto do New Age das nações e das religiões unidas, não há dúvida: “Paulo VI, junto com João XXIII e João Paulo II serão lembrados como os três grandes Papas da Paz, pioneiros da importantíssima elevação da Igreja Católica dentro do New Age. (Veja R. Muller, New Génesis. Shaping a Global Spirituality, Garten City, New York, Ed. Doubleday, 1982, p. 101.

Uma igreja conciliar teleguiada pela ONU e pela URI?

Até hoje este delito não foi acusado pela grande maioria, mesmo se alguns admitem seus efeitos gritantes. Assim, com mil desculpas pseudo-canônicas, o crime é perpetuado para a desgraça das almas e dos povos, defraudados da única Religião divina que pode dar ordem a este mundo e salvação no outro. Eis a gravidade do delito, de que muitos reconhecem a evidência, mas restam na ilusão que com ele podem conviver, denunciando apenas fatos marginais e pessoas do plano secundário de sua execução. Há consagrados que pregam até a obrigação da submissão às autoridades que subvertem a Doutrina divina e erigem uma nova igreja mascarada de católica e apostólica. Até quando vão pregar essa delituosa submissão ao erro e à heresia universal?

(continua)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blondet & Friends

Il meglio di Maurizio Blondet unito alle sue raccomandazioni di lettura

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

FORO CATÓLICO

Unidad en la Verdad

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: