Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

“CRIME E CASTIGO” na CRISTANDADE

por Araí Daniele

I – Delitos e penas pendentes sobre nós

Se sabemos ter sido perpetrado um delito que se repete e estende sem ser acusado e execrado, devemos também reconhecer seus efeitos fatais, que se revertem sobre nós e sobre nossos filhos… até que por fim… seja testemunhado, denunciado, para ser condenado e reparado.

Pois bem, tal delito foi cometido; tem data e efeitos devastadores, que continuam a vingar. Mas não é acusado, pois é tido como irreversível. Isto porque à sua origem está quem é reconhecido como papa legítimo, bom e beatificado, com autoridade «divina» para «alterar» a Igreja!

É verdade que o delito da eleição do modernista e filo-mação Ângelo Roncalli à Sede de Pedro só foi apurado depois, pelos seus frutos e alianças que sufocam e destroem a Fé católica. Mas estes são vistosos e inegáveis nos desvarios de seus sucessores; são cada vez mais reconhecidos até pelos fidelíssimos de olhar fixo nos paramentos pontificais!

Roncalli recebe o barrete cardinalício do Anti-católico Vicent Auriol

Roncalli recebe o barrete cardinalício do Anti-católico Vicent Auriol

Propaga-se por essa Nova Igreja Caótica Apóstata que o corpo de Angelo Roncalli se encontra Incorrupto, tal é falso e é confirmado pela Radio Vaticana: ” o Prof. Gennaro…  submeteu o corpo do Papa João XXIII a um tratamento à base de formalina, para preservá-lo de uma inevitável decomposição. Mas não se tratou de uma embalsamação.” Fato confirmado pelo cardeal Virgilio Noè. Cf. http://www.vaticanradio.org/portuguese/brasarchi/2001/RV22/01_22_58.htm

Assim, há o delito direto da demolição da Igreja católica pela sua «maçonização», que hoje se alarga a olhos vistos com as iniciativas para dissolvê-la no caldeirão das religiões unidas, engrossando o caldo infernal de uma «super religião universal» para o culto anticristão.

Este plano gnóstico vem dos primórdios da Cristandade, mas sempre foi denunciado e banido, até que nos nossos tempos teve apoios portentosos ao ponto de moldar e eleger um seu «papa».

Segue assim também o delito indireto da aceitação passiva do tremendo mal da ocupação da «Sé do Beatíssimo Pedro e Cátedra da Verdade como Luz para as Nações» por um infiltrado modernista que substitui o Papa católico eliminado com o seu séquito.

Para entendê-lo os católicos dispunham do Magistério e este estava ligado ao apostolado de conversão com a ajuda de um preciso Sinal com data, porque os efeitos do delito só seriam mais claros em seguida a 1960. Esta a ajuda da visão do «Terceiro Segredo» de Fátima.

Uma data recorrente e misteriosa

Epiphanius, um dos maiores estudiosos atuais das relações maçônicas de todo tipo com o adultério conciliar, indica fatos coincidentes no dia 28 de outubro, que devem ser bem mais que simples coincidência visto que se referem ao mundo do simbolismo maçônico:

1958, dia da eleição de João XXIII; astro caído do Céu em terra (Ap. 9);

1965, dia da promulgação dos decretos basilares do Vaticano II, dos quais a maléfica declaração Nostra aetate, que evoca Elias (3 Reis, 18);

1974, Paulo VI aprova definitivamente o Novus Ordo Missae, que visava acabar com a Missa católica, o Sacrifício perpétuo (Daniel 8, 12);

1978, João Paulo II profere o seu discurso inaugural e evoca a profecia: “Fatos espantosos e horríveis ocorrem na terra: profetas profetizam mentiras e os sacerdotes os aplaudem com as suas mãos; e meu povo amou essas coisas. Que castigo não virá depois de tudo isto?” (Jr. 5, 30-31);

1983, o Grande Oriente da Itália em reunião extraordinária aprovava as novas Constituições e o novo regulamento. No mesmo ano a Igreja conciliar aprova o seu novo Código de Direito Canônico almejado por João XXIII para substituir o de 1917 onde havia a exclusão da Igreja dos mações, artigo que não consta mais neste novo.

1986, decorria a 1ª reunião inter-religiosa global de Assis;

Nesta data, 28 de outubro de 312, o imperador Constantino venceu a batalha colocando-se sob o sinal da Cruz cristã, que passou a vencer o paganismo em Roma e no mundo. Ora, a igreja conciliar é radical e declaradamente anti-constantiniana!

O que era e o que representa para os inovadores o arco-íris?

Este passou a representar a abertura a todas as verdades, simbolizadas pelas múltiplas cores do arco-íris. Seria o acordo final, não só entre as diversas crenças, mesmo adversas, mas entre o bem e o mal, entre os opostos na aliança representada pelo arco formado pela serpente que se morde a cauda.

Altar de Igreja Conciliar

Altar da Nova Igreja Conciliar New Age

Missa Nova

Emblematicamente, a operação ecumenista – da homologação liberal de toda verdade -, no desprezo do princípio basilar de identidade e de não contradição, foi sempre o coquetel venéfico servido pelo espírito de rebelião.

Vela de Paróquia da Igreja New Age Conciliar na Baviera (Cf. http://dominikanie.pl/blogi/marek_kosacz_op/wpis,716,podroze_ksztalca.html)

Vela de Paróquia da Igreja New Age Conciliar na Baviera (Cf. http://dominikanie.pl/blogi/marek_kosacz_op/wpis,716,podroze_ksztalca.html)

O delito da adulteração da Aliança divina

Só o divino Sacrificado, Jesus Cristo pode nos recuperar desses desvios fatais.

Hoje, porém, em Seu mesmo nome, se quer a redenção conquistada pela evolução do homem com a liberdade de consciência e de religião; o oposto deste sinal único e inconfundível, que é o arco da Aliança posto por Deus (Genesis, 9, 8-17).

Vejamos um exemplo carnavalesco dessa transformação clerical.

Cardeais e bispos no estádio “La Favorita” de Palermo durante o Congresso da Igreja católica (conciliar) italiana  de dezembro 1995: sinal de Cristo o da nova super-religião do Arco íris?

Cardeais e bispos no estádio “La Favorita” de Palermo durante o Congresso da Igreja católica (conciliar) italiana  de dezembro 1995: sinal de Cristo ou da nova super-religião do Arco íris?

Para Robert Muller, arauto do New Age das nações e das religiões unidas, não há dúvida: “Paulo VI, junto com João XXIII e João Paulo II serão lembrados como os três grandes Papas da Paz, pioneiros da importantíssima elevação da Igreja Católica dentro do New Age. (Veja R. Muller, New Génesis. Shaping a Global Spirituality, Garten City, New York, Ed. Doubleday, 1982, p. 101.

Uma igreja conciliar teleguiada pela ONU e pela URI?

Até hoje este delito não foi acusado pela grande maioria, mesmo se alguns admitem seus efeitos gritantes. Assim, com mil desculpas pseudo-canônicas, o crime é perpetuado para a desgraça das almas e dos povos, defraudados da única Religião divina que pode dar ordem a este mundo e salvação no outro. Eis a gravidade do delito, de que muitos reconhecem a evidência, mas restam na ilusão que com ele podem conviver, denunciando apenas fatos marginais e pessoas do plano secundário de sua execução. Há consagrados que pregam até a obrigação da submissão às autoridades que subvertem a Doutrina divina e erigem uma nova igreja mascarada de católica e apostólica. Até quando vão pregar essa delituosa submissão ao erro e à heresia universal?

(continua)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: