Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Leão XIII x João XXIII

Leão XIII e João XXIII

“São Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate, sede nosso auxilio contra a malícia e ciladas do demônio. Exerça Deus sobre ele império, como instantemente vos pedimos, e Vós, Príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no Inferno a Satanás e os outros espíritos malignos que vagueiam pelo mundo para perder as almas. Amém”.

Como é que nasceu esta oração? 

Transcrevo um artigo que foi publicado na revista: Ephemerides Liturgicae escrito pelo Pe. Domenico Pechenino em 1955, a págs. 58-59.
Uma manhã, o grande Pontífice Leão XIII tinha celebrado a Santa Missa e estava a assistir a uma outra de ação de graças, como de costume.
De repente, viu-se ele virar energicamente a cabeça, depois de fixar qualquer coisa intensamente, sobre a cabeça do celebrante. Mantinha-se imóvel, sem pestanejar, mas com uma expressão de terror e de admiração, tendo o seu rosto mudado de cor. Adivinhava-se nele qualquer coisa de estranho, de grande.

Finalmente voltando a si, bate ligeira, mas energicamente com a mão, levanta-se. Dirige-se ao seu escritório particular. Os mais próximos seguem-no com preocupação e ansiedade. E perguntam-lhe em voz baixa: Santo Padre, não se sente bem? Precisa se alguma coisa? Responde: “Nada, nada”.

Daí a uma meia hora manda chamar o Secretário da Congregação dos Ritos, e estendendo-lhe uma folha de papel, manda fazê-la imprimir e enviar a todos os Ordinários do mundo. Que assunto continha? A oração que rezávamos no fim da missa com o povo, com a súplica a Maria e a invocação ardente ao Príncipe das milícias celestes, implorando a Deus que precipite Satanás no inferno.

(…)

Conforme se pode constatar a presença aterrorizadora de Satanás foi claramente tida em conta pelo Pontífice; e a intenção que Pio XI [rezar de modo particular pela Rússia], tinha acrescentado, visava mesmo o fundamento das falsas doutrinas difundidas no nosso século, que envenenaram não só a vida dos povos mas também dos próprios teólogos. Se a disposição tomada por Pio XI não foi respeitada, a falta deve-se àqueles a quem tinha sido confiada; inseria-se perfeitamente no âmbito dos avisos carismáticos que o Senhor havia dado à humanidade através das aparições de Fátima, embora mantendo-se independente desta: Fátima ainda era desconhecida do mundo. (Relatos de um Exorcista, Pe. Gabriele Amorth.)

Estava o papa Leão XIII atento aos sinais dos tempos. Atento contra os erros e seduções do Pai da mentira. Escreveu em 1884 a Encíclica Humanum Genus, para tratar a questão da maçonaria, reconhecida filial do reino do anticristo.

Porém a estes sinais quis João XXIII tapar os olhos para ver outros sinais, da evolução do tempo, para ver o homem moderno, para admirá-lo. Abriu as janelas do Vaticano para a fumaça de Satanás. Mas será que fosse tão desligado de sinais.

Apresentamos abaixo o texto do Jornal da Basílica de Santo Ambrósio que recebeu de presente a cruz peitoral que usava João XXIII enquanto Núncio Apostólico ( na página 4):

Croce Roncalli / Cruz de Roncalli http://d1.scribdassets.com/ScribdViewer.swf?document_id=47773536&access_key=key-23fj4jre4nvkqkq4knf0&page=1&viewMode=list

 

Cronistoria di Una Croce

[A imagem é a mesma já publicada aqui em cores]

Um fato curioso sobre João XXIII é que há testemunhos de suas visões de seres estranhos nos jardins vaticanos, mas que ele resolveu ocultar. Poderíamos nos perguntar o porquê. Seriam novas profecias de desgraças que a ele eram antipáticas ou seriam outras mensagens providenciais que ele decidiu ocultar como fez com a mensagem de Fátima.

[O vídeo em espanhol com legendas em italiano trata ainda da iniciação maçônica de João XXIII]

De qualquer forma, estamos diante do paradoxo de duas personalidades diametralmente opostas a do Papa Católico que quer livrar os fiéis das incidias do demônio e a do “papa bom”, filo-maçon, que quer um acordo com o mundo.

“Os mais maliciosos inimigos tem enchido de amargura a Igreja, esposa do Cordeiro Imaculado, tem-lhe dado a beber absinto, tem posto suas mãos ímpias sobre tudo o que para Ela é mais sagradoOnde foram estabelecidas a Sé do Beatíssimo Pedro e a Cátedra da Verdade como Luz para as Naçõeseles tem erguido o Trono da Abominação e da Impiedade, de sorte que, ferido o Pastor, possa dispersar-se o rebanho.” (Exorcismo do Papa Leão XIII)


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blondet & Friends

Il meglio di Maurizio Blondet unito alle sue raccomandazioni di lettura

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

FORO CATÓLICO

Unidad en la Verdad

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: