Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

O PRECIOSÍSSIMO SANGUE E O IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Preciosíssimo Sangue

Quanto mais meditamos sobre o que conta deveras para nossas vidas e nossas almas, mais reconhecemos que os pensamentos de Deus não são os pensamentos dos homens.

Para a edificação, força e consolo do ser humano, o Salvador ofereceu o dom do seu Sangue, que dimanou do Imaculado Coração de Maria e circulou em Jesus até chegar ao Sacrifício salvador. E este flui para sempre do Sagrado Coração nas veias do Corpo Místico de Cristo, a Igreja sua Esposa, onde cada gota de água benta vem do Sangue de Nosso Senhor, através do sacro Sacerdócio ordenado nesta Fé para a redenção das almas.

O mistério do Sangue divino e o Imaculado Coração de Maria

Cristo veio como sumo sacerdote dos bens futuros. Ele atravessou uma tenda muito mais excelente perfeita, não feita por mão de homem, isto é, atravessou uma tenda que não pertence a esta Criação. Ele entrou de uma vez por todas no santuário, e não com sangue de carneiros e de bezerros, mas com o seu próprio sangue, depois de conseguir para nós uma redenção eterna. Porque se o sangue de carneiros e de touros e cinzas de novilha, espalhadas sobre pessoas impuras, santifica-as, concedendo-lhes uma pureza externa, quanto mais o sangue de Cristo que, pelo Espírito Santo, Se ofereceu a Deus como vítima sem mancha, não purificará das obras da morte a nossa consciência, para que possamos servir ao Deus vivo?

… Porque Jesus não entrou num santuário feito por mãos humanas, figura do verdadeiro santuário; Ele entrou no próprio Céu, a fim de Se apresentar agora diante de Deus em nosso favor. Ele não teve que Se oferecer muitas vezes, como o sumo sacerdote que todos os anos entra no santuário com sangue que não é seu. Se assim fosse, Ele deveria ter sofrido muitas vezes desde a criação do mundo. Entretanto, Ele manifestou-Se uma vez por todas no fim dos tempos, para abolir o pecado pelo sacrifício de Si mesmo. (Hebreus 9, 11-14; 24-26)

O antigo tabernáculo (tenda), o novo santuário (a Arca perfeita)

Estou consciente que a leitura do texto acima de São Paulo ainda vela o grande mistério porque não houve exegese da Igreja sobre a questão do santuário que não foi feito por mãos de homem, que não pertence a esta criação e pela qual passou Jesus Cristo.

Sobre este ponto só houve uma hipótese nos séculos passados de que esse santuário é representado pelo seio de Nossa Senhora (Cardeal Catarini?).

Ora, ouso dizer que hoje muito mais nessa direção foi definido pela Igreja com o dogma da Imaculada Conceição de Maria, tabernáculo preparado por Deus, mais excelente e perfeito, não feito por mão de homem, não pertencente a esta Criação, Céu que Jesus atravessou para vir a este mundo.

Do Tabernáculo do Imaculado Coração de Maria fluíram o divino Sangue e a vida do corpo de Jesus Cristo, hóstia que se ofereceu a Deus como vítima sem mancha.

O Sangue de Cristo é a maior e mais perfeita revelação do Amor Trinitário.

Sua efusão foi fonte de Vida da Igreja, que continuamente renasce, santa e imaculada, nutrindo-se do Sangue divino e, através dele, resgate para o homem pecador a quem faz chegar os bens da verdadeira liberdade na santificação para a salvação.

Cientistas dirão que o coração não é o órgão do corpo centro de sentimentos.

Seria o cérebro essa central emocional, como o seria para o pensamento.

Mas poderia ser o cérebro a pensar, a querer e a ter problemas de consciência?

Para o cientismo materialista não pode haver outro órgão para essas faculdades.

Eis o grande erro dos racionalistas quando negam a existência da alma espiritual.

O cérebro é um órgão central do corpo, mas regido pela alma que vai além do corpo.

E foi Nosso Senhor a indicar como símbolo central da vida espiritual o seu Coração.

Dele procede a vida sobrenatural transmitida pelo seu Sangue, como do Imaculado Coração de Maria fluiu o sangue para a formação do nascente Corpo de Jesus.

São Gaspar Del Búfalo

Não se pode hoje falar do preciosíssimo Sangue de Jesus sem, para melhor aproximar-nos a essa santa devoção, recorrer à mediação de seu grande apóstolo, São Gaspar Del Búfalo, que anunciou entre os perigos de seu tempo, o amor do Senhor crucificado por todos, mesmo os pobres na fé e os prisioneiros do mal.

Confiamos, pois, na sua intercessão para pedir ao Pai, em nome de Seu dileto Filho e na luz do Espírito Santo, que dilate em nós a vontade de amá-Lo e servi-Lo em nosso próximo; que sejamos nisso atendidos através do Sangue preciosíssimo de Jesus Cristo e de seu Divino Coração junto ao Imaculado Coração de Maria.

A suma importância do Sangue é acentuada no Antigo Testamento e confirmada no Novo.

No Levítico 17,11 está escrito: A vida de uma criatura está no sangue (Levítico 17: 11). O sangue é elemento essencial da vida. Outro passo é iluminado pelo Gênesis 4, 9-8, Então o Senhor disse a Caim: Onde está teu irmão Abel? Ele respondeu: Não sei, sou eu porventura o guarda do meu irmão? Deus disse-lhe: o que fizeste? a voz do sangue do teu irmão clama da terra por mim.

Cristo na Cruz

Se o sangue não era vida como poderia clamar a Deus? Todo o Antigo Testamento é cheio de eventos relacionados com o tema do sangue. Deus Pai nos ordena não derramar sangue; e no sentido que sangue é vida, não derramá-lo em vão, com mão assassina; não beber nem comer carne animal com resíduos de sangue, porque o sangue é sagrado (Dt 12:23).

No Êxodo 12: 22 lemos que aos israelitas foi ordenado de pegar um molho de hissopo, e de banhá-lo no sangue do Cordeiro, para então aspergir com ele a verga e as ombreiras de suas portas. Assim, quando naquela noite veio o anjo da Morte, vendo o sangue nessas portas, passou além dessas casas. Mas por que os israelitas não se limitaram a pôr a bacia de sangue na porta? Por que não deixaram o recipiente de fora, num pedestal? Porque aquele sangue era prenúncio do sangue de Cristo que foi derramado na Paixão. Lemos em Hebreus 9: 22-23

Segundo a lei, na verdade, quase todas as coisas são purificadas com o sangue, e sem derramamento de sangue não há perdão. Portanto, foi preciso que os símbolos das realidades celestes fossem purificadas por tais meios; mas estas realidades celestiais deviam sê-lo depois com sacrifícios superiores a estes.”

Mais uma vez podemos tirar da Sagrada Escritura que, depois de Moisés ter lido os mandamentos, responderam: “Nós entendemos – e obedeceremos.” Eles, portanto, aceitaram a aliança com o Senhor. O pacto foi selado, ratificado, como mencionado em Hebreus, capítulo 9, através da aspersão do sangue sobre ele.

Meditar sobre a Paixão de Cristo e participando da Eucaristia, cada um encontra seu caminho de volta para a única aliança de amor, Nova e Eterna Aliança selada com o derramamento do sangue de Jesus Cristo.

“Tu és digno de receber o livro e de abrir seus selos, porque foste imolado, e remistes para Deus com o teu sangue homens de toda tribo, língua, povo e nação” (Ap 5, 6-9); eis a admirável visão do Apocalipse em que as multidões cantam a glória de Deus, reconhecendo o poder do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo.

Em I Pedro 1,17-21 lemos:

“E invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga cada um segundo as suas obras, vivei com temor durante o tempo do vosso exílio, sabendo que, não à custa de coisas corruptíveis, como prata e ouro, fostes resgatados de uma vida vã herdada de vossos antepassados, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro perfeito e imaculado, designado desde antes da fundação deste mundo, mas manifestado nos últimos tempos por vosso amor. Por meio d’Ele é que tens a fé em Deus, que O ressuscitou dos mortos e O glorificou, de modo que a vossa fé e a vossa esperança estejam em Deus.”

Tudo se liga e é vivificado no tecido sanguíneo, conetivo da vida física que procede da vida espiritual. E Quem é Verdade, Via e Vida mostrou seu Coração para que se medite de onde parte tudo o que conta na vida e supera a morte: do Amor divino.

Se isto aconteceu na época em que despontava o mais árido e assassino racionalismo revolucionário, como foi descrito em artigo precedente, tanto mais deve merecer toda a nossa devoção hoje, quando mesmo em Roma pontificam os falsos cristos e falsos profetas de um iluminismo ecumenista, dobrado à liberdade do cientismo até nas mais santas questões de Fé.

Para superar essa hora desoladora, multipliquemos os nossos recursos ao preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo na devoção de seu Divino Coração junto ao Imaculado Coração de Maria; nela transparece a Vontade de Deus manifestada no incomparável Sinal de Fátima.

4 Respostas para “O PRECIOSÍSSIMO SANGUE E O IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

  1. Roberto F Santana julho 2, 2012 às 1:18 pm

    “Para a edificação, força e consolo do ser humano, o Salvador ofereceu o dom do seu Sangue, que dimanou do Imaculado Coração de Maria e circulou em Jesus até chegar ao Sacrifício salvador. ”

    Que belas e profundas palavras!
    Parabéns!

    • Pro Roma Mariana julho 2, 2012 às 5:41 pm

      Respondo ao bom comentário antecipando aqui o que ficou truncado no fim do artigo:
      “Tu és digno de receber o livro e de abrir seus selos, porque foste imolado, e remistes para Deus com o teu sangue homens de toda tribo, língua, povo e nação” (Ap 5, 6-9); eis a admirável visão do Apocalipse em que as multidões cantam a glória de Deus, reconhecendo o poder do Preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo.
      Em I Pedro 1,17-21 lemos: “E invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga cada um segundo as suas obras, vivei com temor durante o tempo do vosso exílio, sabendo que, não à custa de coisas corruptíveis, como prata e ouro, fostes resgatados de uma vida vã herdada de vossos antepassados, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro perfeito e imaculado, designado desde antes da fundação deste mundo, mas manifestado nos últimos tempos por vosso amor. Por meio d’Ele é que tens a fé em Deus, que O ressuscitou dos mortos e O glorificou, de modo que a vossa fé e a vossa esperança estejam em Deus.”

      Tudo se liga e é vivificado no tecido sanguíneo, conetivo da vida física que procede da vida espiritual. E Quem é Verdade, Via e Vida mostrou seu Coração para que se medite de onde parte tudo o que conta na vida e supera a morte: do Amor divino.
      Se isto aconteceu na época em que despontava o mais árido e assassino racionalismo revolucionário, como foi descrito em artigo precedente, tanto mais deve merecer toda a nossa devoção hoje, quando mesmo em Roma pontificam os falsos cristos e falsos profetas de um iluminismo ecumenista, dobrado à liberdade do cientismo até nas mais santas questões de Fé.
      Para superar essa hora desoladora, multipliquemos os nossos recursos ao preciosíssimo Sangue de Jesus Cristo na devoção de seu Divino Coração junto ao Imaculado Coração de Maria; nela transparece a Vontade de Deus manifestada no incomparável Sinal de Fátima.

  2. Roberto F Santana julho 2, 2012 às 4:34 pm

    Gostaria imensamente e lhes ficaria muito grato, se pudessem indicar alguma literatura, texto no próprio site, ou mesmo, um breve comentário, sobre Dom Mayer e aqueles seus dias pós-sagrações.
    Não muito sobre as sagrações em si, mas sobre as ordenações quando de sua retirada e consequente perda de jurisdição. Como foi aquela época? Quais as motivações, influências? Houve pressão externa de alguém ou alguns? Quantos padres foram ordenados?
    Nada como ouvir o testemunho de quem esteve ao lado desse bravo bispo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: