Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

QUEM MANDA NA NEO-EUROPA, NO NEO-VATICANO E ALGURES?

PRISM-part

Arai Daniele

 Nestes dias aconteceu algo de bastante emblemático na nova Europa: descobriu-se que ali todos são espiados e escutados e já desde há muito tempo pelo «aliado» americano com o seu PRISMA; super olho de controle global.

Pudera, com o mar de memória eletrônica disponível hoje, até o que eu estou pensando agora encontra lugar ali!

A coisa já era conhecida em relação à espionagens militar e industrial, como confessa candidamente John Kerry, è coisa normal. Mas, além disso, personalidades importantes da mesma América, apenas avançam na vida social e política, os tais investigadores interessados neles iam buscar nos arquivos registrados o que ele/ela haviam feito desde moleques.

Afinal também a notícia precisava ser alimentada neste mundo da grande informação e ia ser cúmplice dessa incrível e «ilegal» invasão da vida privada alheia.

Mas agora, multiplique-se isto por mil e pelo mundo afora e temos registradas as possíveis molecagens de todo e qualquer cidadão do mundo. Se serve saber o que fez para comprometê-lo, é só pescar nesse arquivo oceânico e bingo! a situação da pessoa fica sob controle, come se fosse um terrorista procurado com as interceptações elaboradas pela «metadata» PRISM.

Ultimamente um pouco disto veio a tona com o tal «wikileaks» que se pôs à escuta dos centros de poder de auscultação global. E a perseguição dos «escutadores oficiais» começou feroz: era caso de cadeia, ou mais! Assange teve que pedir asilo na Embaixada do Equador em Londres, e lá vai ficando para bater o recorde e entrar no registro do Guinness de permanência em embaixada estrangeira que, pelo que me consta, pertence em importância ao Cardeal Mindszenty na Embaixada americana em Budapest (1956-71).

Agora temos o segundo caso, do jovem Snowden, bloqueado no hotel da zona de trânsito do aeroporto internacional de Moscou.

E aqui começa outra perseguição internacional dos pequenos «auscultadores» especializados nas embrulhadas americanas.

Porque contar tudo isto sob o título «Quem manda na neo-Europa, no neo-Vaticano e algures?» Porque aqui se descobre que a mesma Europa que se mostra indignada por ser espiada pelo «aliado atlântico», e que descobriu isto também em vista das ousadas indiscrições de Snowden, está, sem nenhuma gratidão, unida na caça dos americanos ao coitado.

E pasmem! Num abrir e fechar de olhos, sem que se saiba quem mandou, o espaço aéreo da França, Itália, Espanha e Portugal foi fechado ao jato do indefeso presidente boliviano Evo Morales, só porque aquele pais ofereceu asilo político ao fugitivo e, tendo ido a Moscou, poderia ter escondido o «terrorista Snowden» no avião presidencial!

É claro, a democracia parlamentar já começou a piar contra este abuso aqui e ali, mas a pergunta é: quem comanda nesses países, onde, sem delongas, se fecham contemporaneamente os céus de meia Europa, sem que se saiba de onde veio tal drástica ordem?

Parece que tudo depende de uma rede poderosíssima que controla o mundo.

Recentemente os países do BRICS para livrar-se dela programaram uma outra rede, que só tem uma entrada para a maior, americana, como no mapa publicado que parte de Vladivostok, desce pelo Hemisfério Sul passando por Cape Town e vai até Fortaleza, de onde parte um rabicho che liga a Miami.

Mas destas ordens e controle do Grande Irmão, talves menos apressadas, mas muito mais constantes há outros exemplos.

Não se muda muito de assunto perguntando quem comanda na Itália, Pais que passa por uma grave crise financeira, mas que está comprando 90, NOVENTA SUPER caças-bombardeiros americanos F-35, a arma mais cara do mundo, num total de 50 bilhões de Euros, que só teria lógica se estivesse em plena guerra? Mesmo que pequena parte desses aparelhos provêm da indústria aeronáutica italiana, o que pode justificar uma tal ordem bilionária senão um poder que até o governo parlamentar da Itália desconhece? Já parte dessa quantia serviria para resolver angustiosos problemas nacionais, mas é inevitável, deve ir para os super aviões. O «governo» local apenas conseguiu «emagrecer» a encomenda maior para estes «escassos» noventa!

Esse breve passeio pelos incongruentes desmandos deste mundo alucinado, porém, devem sempre poder indicar no fim um poder que dirige toda e qualquer operação num mundo escravizado pelo auto-consumo. Este poder é a alta-finança; o MERCADO! Mas quem controla estes? Aqui entramos no mistério da esfera preter-natural de Mamon. Então nos aproximamos daquilo que eu queria concluir; no fundo há sempre uma questão religiosa e os homens se tornam escravos sem saber porque vendem a própria fé por trinta dinheiros aos mais poderosos da hora presente, que por sua vez são marionetes de um invisível e implacável grande irmão.

Concluo então com um exemplo que diz respeito à poderosíssima América do Norte.

A Constituição americana, diversa da ultra maçônica republicana francesa da qual derivou, tinha ainda a idéia de submissão a Deus e ao Decálogo cristão, herança dos tempos de Washington e Jefferson, mas foi mudada de modo sub-reptício há poucos anos, sem que se fale disso, ao transformar-se numa constituição de base «noaquita» (dos 7 mandamentos de Noé). ([1])

«Maurizio Blondet escreve: «Em Março de 1991 o presidente Bush (pai), com as Câmaras reunidas, emanou a “Joint House Resolution 104, Public Law 102-14”, pela qual a data de nascimento do rabino Menachem Schneerson foi declarada «dia da instrução» nos EUA.

No preâmbulo da nova lei é dito: “O Congresso reconhece a tradição histórica de valores éticos e de princípios que são a base da nossa sociedade civil sobre as quais a nossa grande nação se funda”.

«No texto, havia que esperar a evocação da “tradição histórica” e dos “valores éticos” americanos, enunciados por Jefferson, Washington e Payne: liberdade sob Deus, igualdade, democracia, mas, eis o que segue. “Estes princípios e valores éticos foram a base da sociedade desde o alvor da história, quando foram conhecidos como as sete leis noaquitas. O Congresso dos EUA, desde 1991 tem por referência, como base social, as leis da era diluviana. Se perguntarmos a qualquer americano se está ao corrente disso, dificilmente encontraremos um que o saiba. Na América não vige só a Constituição, mas normas talmúdicas reservadas a nós, goym” ([2]). «Quer dizer que, em nome da democracia, o poder dominante hoje pode rever, não a Constituição, que não é dogma, mas o ‘fundamento de todo progresso moral da humanidade’: o princípio de civilização (ib.). O papel do ex-cristão judaizado como “noaquita” coincide (sem que o saiba) com aquele do adepto mação como foi mostrado alhures ([3]). De fato, lemos na segunda edição (Londres 1738) da Constituição de Anderson-Desaguliers: O Mação deve “observar como verdadeiro Noaquita a lei moral” ([4]). Na revista do Grande Oriente d’Italia “Hiram” (Nov. 1992), na recensão do livro “Israele e l’umanità”, se lê a frase do rabino cabalista Benamozegh: “É certo que a teologia maçônica corresponde bem à da Cabala” ([5]).

Então que não se pergunte mais aos cidadãos do País que consta como dos donos do mundo: Quem manda na Neo Europa, no Neo Vaticano e algures? Eles nem sabem quem manda neles!

E no neo-Vaticano quem manda atualmente?

O sito italiano www.agerecontra.it publicou na semana passada um estudo de Carlo Di Pietro, «J. Ratzinger e il Primato di Pietro» no qual, através do que o mesmo Ratzinger tem dito e escrito, coloca em clara evidência o que pretendia mudar na identidade do cargo papal, come este foi sempre recebido e obedecido desde a era apostólica e definida solenemente no Concílio Vaticano primeiro e único. Neste a Igreja confirmou e definiu o que procede do Evangelho de Deus Mesmo, nunca de homens. Portanto, quem disto se afasta ou nega está em heresia. Se depois o faz distorcendo declaradamente as verdades católicas relativas a esse cargo, para obter uma fusão ecumenista, é duplamente herege, pois favorece outras visões heréticas.

Atualmente estamos diante deste caso, mas de modo ainda mais estremo pois as verdades católicas sobre o Primado papal são negadas e um compromisso em questões de Fé tem sido proposto para avalisar desvios sobre o cargo papal, justamente por quem «ocupa» essa Cátedra apostólica e para adulterar a sua definição divina.

Conclusão: o católico pode e deve ter certeza que quem o faz não é verdadeiro papa pela evidente razão de ser ele mesmo a declarar a discordância em relação à identidade do cargo que é definido pela Autoridade de Deus. Desta o Papa católico só é o representante.

J. Ratzinger, porém, declara a sua intenção de representar o que ele mesmo pretenda definir, e que está em contraste com a única bem definida Cátedra de Vigário de Cristo.

Seu «sucessor» Bergoglio, então, que nem demonstra ser bispo, hoje se diz «bispo de Roma» para melhor difundir seu pauperismo doutrinal! Aqui o vemos com a nova férula piscatória!

Bergoflio férula piscatória

Se a Igreja impõe o ANÁTEMA para quem nega ou distorce o Primado papal, aqui este cabe com maior razão para desmascarar quem pretende representá-lo, negando-o, pois é impossível em qualquer nível representar o que se nega ou altera.

Este ANÁTEMA vale para todos os «papas conciliares», visto que os conceitos professados pelo Vaticano 2º sobre a autoridade na Igreja, a partir do direito à «liberdade de consciência», segundo a «Pacem in terris» de João 23 – base da «liberdade religiosa» da «Dignitatis Humanae» – implicam na negação do vínculo que as consciências têm diante da Autoridade divina representada pelo Papa; o contrário da submissão que a Igreja ensina como dogmática (Bonifácio VIII, DZ 870). Daí que esse desvio conciliar representa um tácito distanciamento da única Fé divina da Igreja, que é e não subsiste como única Igreja de Cristo, e portanto uma declarada incompatibilidade com o exercício de Autoridade na Igreja de Deus. E quando esta falta o mundo fica à deriva.

A resposta final não pode vir de nenhum desses nenhures modernos, mas como nos ensina o Apóstolo (Ef 6, 12-17):

«A nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados e potestades (infernais), contra os dominadores deste mundo de trevas, contra os espíritos do mal, que estão espalhados pelos ares. Por isso vesti a armadura de Deus para que, no dia mau, possais resistir e permanecer firmes, superando todas as provas. Ficai, portanto, firmes, cingidos com o cinturão da verdade, vestidos com a couraça da justiça, os pés calçados com o zelo para propagar o evangelho da paz;  sobretudo empunhando sempre o escudo da fé, com que aparar os dardos inflamados do Maligno. Ponde o elmo da salvação e empunhai a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus». (Ef 6, 12-17)

Sabemos que não se pode servir a Deus e a Mamon e portanto, nem àqueles poderes que se demonstram seus aliados (Mt 6, 24). E visto que quem não está com Cristo está contra Cristo, já podemos entender em que mãos se pôs esta Europa anticristã e este mísero Vaticano conciliar, aberto a todos os piores poderes do mundo moderno que.como se vê, cada vêz mais são contra Jesus Cristo.

A graça esteja com todos aqueles que amam nosso Senhor Jesus Cristo com amor perene e sabem que só na conformidade de Sua Palavra haverá ordem neste mundo e salvação no outro.


[1] – Artigo de A. Daniele, «L’alienazione americanista che ha inquinato il mondo», FdF 2007.

[2] – cfr. Maurizio Blondet, «Chi comanda in America», Effedieffe (FdF), Milão, 2002.

[3] – P. Nitoglia, «Per padre il diavolo», Soc. Ed. Barbarossa, Cusano Milanino (MI), 2002.

[4] – Cf. Rosario ESPOSITO, Le grandi concordanze tra Chiesa e Massoneria, Nardini, 1987, Florença, p. 136. – veja: P. Nitoglia, op. cit. p. 200.

[5] – Cf. Elia BENAMOZEGH, op. cit., p. 49. – veja Nitoglia, op. cit. p. 199.

Uma resposta para “QUEM MANDA NA NEO-EUROPA, NO NEO-VATICANO E ALGURES?

  1. boss setembro 16, 2013 às 1:19 am

    Não entendi o que o autor do artigo quis dizer com “o indefeso evo morales”…como se este presidente boliviano não fosse marionete da plutocracia maçônica.internacional

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: