Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

«MAGISTÉRIO» EQUÍVOCO DO Pe. ÁLVARO CALDERON

 Duas Igrejas

 

Como se sabe, grande parte do «mundo tradicionalista» guia-se pelo «magistério» – é assim que se apresenta – do Pe. Álvaro Calderon. Ora, como veremos em seguida, este «mestre» cai em contínua contradição lógica nos trechos citados (A análise é baseada no trecho da apresentação da obra “A Candeia debaixo do Alqueire”, P.Alvaro Calderón, «Questões sobre o Concílio Vaticano II»), tanto porque quer impor uma obediência a um «magistério da Igreja» sem demonstrar que se trata do que é conforme ao próprio Evangelho e Ministério pontifício (na verdade – heretizante – Dr. Arnaldo XS), tanto por querer impor docilidade específica à autoridade da Igreja, sem respeitar os termos que define esta e sua obediência. Antes, dá por definido o que claramente prefere crer a respeito, para vergonhosamente legitimar a «nova igreja de Paulo 6º.

Conclui contrariando até os termos da «Imitação de Cristo», da qual se vale para afirmar que o súdito: “não deve julgar “o que se diz”, mas “quem o diz”: se o ensina ou manda a autoridade legítima, não lhe resta senão confiar em que o dito seja reto; só uma autoridade superior pode julgar se o ato é ou não reto. (!) Mas se o conceito original é justamente o oposto: “Não queiras saber quem o disse, mas ponha a mente no que é dito”!

Com estas inépcias Calderón «liquidaria» todo o santo ensinamento evangélico do “Cuidai que ninguém vos engane…”, e do anátema a quem trás outro Evangelho. Sim, para o fiel seria preciso pedir aos prelados no poder, eventualmente lobos vorazes, o que seja a fé que se pode crer e seguir. Eis a gênese do poder conciliar, preservado por esse «mundo tradicionalista» posto sob a pressão de «pecar» se… ao erigir-se em juízes da credibilidade de um «magistério supremo»… duvidando que se trate na verdade do «magistério» da contrafação suprema do «novo» evangelho, que esse «mestre» quer “com a sua própria autoridade” julgar ser magistério na «nova igreja de Paulo 6º»! Quanta miséria humana!

A análise é baseada no trecho da apresentação da obra “A Candeia debaixo do Alqueire” (P.Alvaro Calderón). «Questões sobre o Concílio Vaticano II»

*

*   *   *

ATÉ QUANDO UMA FRATERNIDADE, DEVASTADA PELO MODERNISMO, VIOLARÁ O SENSO COMUM?

  • Afirmam alguns que com nossos considerandos estamos a julgar pecaminosamente as autoridades eclesiásticas constituídas. Mas como é possível que haja alguém que ainda afirme que o poder anti-Cristo é a verdadeira Santa Madre Igreja, e que exija que sejamos DÓCEIS com ele? Piores que os modernistas, são os duplamente modernistas, duplamente lobos e duplamente ovelhas disfarçadas; porque não há dúvida que a Fraternidade, QUE FOI DE SÃO PIO X, está a transformar-se, desgraçadamente, na Fraternidade anti-Cristo. Grande miséria humana!
  • E como se vê, essa FSSPX já procedeu a uma lavagem ao cérebro do P. Calderon, tornando-o o PIOR DOS MODERNISTAS (embora o livro que ele escreveu há uns anos era bom), duplamente lobo, e duplamente disfarçado de ovelha. Precisamente porque a Santa Madre Igreja é visível, é que a seita conciliar tem que ser considerada a anti-Igreja por definição.

 

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

EVANGELHO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO SEGUNDO SÃO MATEUS:
«Guardai-vos dos falsos profetas que se apresentam com vestidos de ovelhas, mas por dentro são lobos rapazes. PELOS SEUS FRUTOS OS CONHECEREIS. Porventura podem colher-se uvas de espinhos, ou figos dos abrolhos? Toda a árvore boa dá bons frutos, e toda a árvore má dá maus frutos. A árvore boa não pode dar maus frutos, nem a árvore má pode dar bons frutos. A ÁRVORE QUE NÃO DÁ BONS FRUTOS É CORTADA E LANÇADA AO FOGO. PELOS SEUS FRUTOS, POIS, OS CONHECEREIS.» Mt 7, 15-20

Escutemos São Paulo na sua Epístola aos Gálatas:

«Admiro-me de que tenhais abandonado tão depressa aquele que vos chamou para a Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo PARA ADERIRDES A OUTRO EVANGELHO – não que haja dois Evangelhos; simplesmente HÁ PESSOAS PRONTAS A LANÇAR A CONFUSÃO entre vós, E QUEREM DESTRUIR O EVANGELHO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Pois bem! SE EU PRÓPRIO, OU SE UM ANJO VINDO DO CÉU, VOS ANUNCIASSE UM EVANGELHO DIFERENTE DAQUELE QUE VOS TEMOS PREGADO – QUE SEJA ANÁTEMA!
Em todos os casos é o favor dos homens ou o de Deus que pretendo captar? Procuro, talvez, agradar aos homens? SE TAMBÉM QUISESSE AGRADAR AOS HOMENS NÃO SERIA SERVO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Gal 1, 6-10

A Fé Católica, Teologal, Sobrenatural, constitui o fundamento, o meio, e o fim, de toda a Divina Constituição da Santa Madre Igreja, bem como de toda a sua actividade. A ocultação da visibilidade da Santa Igreja, pela usurpação das suas estruturas materiais, pela usurpação do suporte pessoal dos seus orgãos de Direito Divino, e ainda do próprio Nome Católico, dissocia ontològicamente a alma da Igreja (a Fé, a Esperança, e a Caridade) do seu corpo; todavia, do ponto de vista transcendental, a Pessoa Moral de Direito Divino permanece sustentada na sua indefectibilidade pela omnipotência Divina.
A função papal, a Cátedra de São Pedro, orgão supremo da Santa Madre Igreja, enquanto tal, é indefectível.
Uma função, seja ela qual for, civil ou sagrada, constitui uma entidade formal definidora de um princípio inteligível jurídico-político, ou de um princípio de Direito Divino Sobrenatural, ou de Direito Canónico; essa função, ou forma de Direito, implica necessàriamente um exercício concreto, humano, quotidiano, o qual pode, temporàriamente, não se efectivar (por exemplo, durante a doença de um chefe de governo); todavia essa forma não pode ontològicamente subsistir CONTRA UM EXERCÍCIO PRÁTICO CONTRADITÓRIO COM A DEFINIÇÃO DA SUA ESSÊNCIA.
Por exemplo: Sabemos que um bispo apóstata, fica “ipso facto” excomungado logo que no seu foro externo comete o crime; mas CANÒNICAMENTE só perde a Jurisdição mediante  sentença declarativa, que neste caso só pode ser pronunciada pelo Romano Pontífice.

Mas imaginemos que por razões humanas e terrenas, o Sumo Pontífice não tomava conhecimento da situação, e o dito bispo continuava vomitando suas heresias para uma comunidade crente; a forma jurisdicional do bispo não podia subsistir, pela razão natural e por Direito Divino Sobrenatural, contra um exercício concreto apóstata e que contradizia a definição da essência dessa mesma forma jurisdicional; SERIA O PRÓPRIO SENSO COMUM DO POVO CRENTE A PROCEDER A UMA TAL ILAÇÃO.

Caso contrário um bispo poderia ficar o resto da vida a BLASFEMAR LEGALMENTE O SANTÍSSIMO NOME DE DEUS, E A ASSASSINAR, TAMBÉM LEGALMENTE, IMPUNEMENTE, AS ALMAS DOS FIÉIS. É ABSURDO. ASSIM POIS O DIREITO DIVINO SOBRENATURAL PASSA À FRENTE DO DIREITO CANÓNICO SEMPRE QUE A FÉ CATÓLICA ESTEJA EM CAUSA. Exactamente porque o Direito Canónico, por mais inteligente que seja o legislador, não pode prever exaustivamente todas as vicissitudes da realidade, aliás como o Direito Civil.
No caso da Cátedra de São Pedro, o problema coloca-se de maneira diferente, pois que enquanto as funções episcopais são de Direito Divino mas exercem-se, concretamente, através do Papa, a função papal é suprema na Ordem Sobrenatural, e suprema na Ordem Natural, esta sempre orientada para o serviço da Ordem Sobrenatural; logo é INTRÌNSECAMENTE INDEFECTÍVEL, embora possa ser atacada EXTRÌNSECAMENTE, como de facto foi.
Neste quadro conceptual, a função papal, uma vez assumida, não se pode perder, pois que as prerrogativas do cargo implicam uma assistência Divina que impede qualquer corrupção essencial e constitutiva da função, e até mesmo segundo alguns (Pighi, Bellarmino) impede a heresia puramente privada, embora externa.
Portanto se num conclave, mesmo jurídico-canònicamente válido, o eleito for alguém ontològicamente indisposto (pelas suas intenções anti-católicas) para o cargo – A ELEIÇÃO SERÁ INEFICAZ, NOSSO SENHOR NÃO PROCEDERÁ À INVESTIDURA DO SEU VIGÁRIO, embora, para castigo dos nossos pecados, o cargo supremo da Santa Igreja fique usurpado, tal como aconteceu. NESTE CASO SERIA UMA INTENÇÃO DE EXERCÍCIO CONCRETO APÓSTATA QUE CONSTITUIRIA UM IMPEDIMENTO À ASSUNÇÃO FORMAL DO CARGO.
Tal não é obstáculo, bem pelo contrário, que um futuro concílio, canònicamente convocado, venha a declarar a referida usurpação. O CONCÍLIO NÃO PODE DEPOR O PAPA, MAS PODE DECLARAR QUE a OU b NÃO FORAM PAPAS.
Afirmam alguns que com estes considerandos estamos a julgar pecaminosamente as autoridades eclesiásticas constituídas. De forma nenhuma, QUEM ACUSA é todo um mundo tornado orfão pelo desaparecimento da Santa Madre Igreja, como realidade social e cultural; QUEM ACUSA são os frutos amaríssimos e envenenadíssimos do Vaticano 2; QUEM ACUSA é toda uma civilização ateia, privada de qualquer força institucional ao serviço da Verdade e do Bem, é todo um orbe lançado selvàticamente na chamada idade pós-cristã; QUEM ACUSA são as três gerações que nunca ouviram falar das belezas, das maravilhas, das grandezas Sobrenaturais da Fé Católica, que nunca ouviram falar de Deus Uno e Trino, Criador, Redentor e Consumador, que nunca ouviram falar das riquezas Infinitas do Santo Sacrifício da Missa, substituído que foi pelo culto de satanás. Grande é o clamor que se ergue da Terra aos Céus solicitanto as Divinas vinganças para aniquilar pelo fogo o reinado do anti-Cristo. Pois que todas estas horrendas calamidades GRITAM a usurpação da Mãe Igreja pela maçonaria internacional.
Mas como é possível que haja alguém que ainda afirme que o poder anti-Cristo é a verdadeira Santa Madre Igreja, e que exija que sejamos DÓCEIS com ele?
Piores que os modernistas, são os duplamente modernistas, duplamente lobos e duplamente ovelhas disfarçadas; porque não há dúvida que a Fraternidade, QUE FOI DE SÃO PIO X, está a transformar-se, desgraçadamente, na Fraternidade anti-Cristo.
PELOS SEUS FRUTOS OS CONHECEREIS!

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 4 de Junho de 2014

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: