Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

PORQUE PERMITE DEUS QUE ASSASSINOS SEJAM CHEFES DE ESTADO?

Lenin derrubado

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Escutemos os seguintes excertos do Livro do Eclesiástico:

«O sábio investigará a Doutrina de todos os antigos, e fará o seu estudo nos Profetas. Conservará no seu coração as instruções dos homens célebres, e penetrará também nas subtilezas das palavras. Indagará o sentido oculto dos Provérbios, e ocupar-se-á dos enigmas das Parábolas. Assistirá no meio dos grandes, e aparecerá diante do que governa. Percorrerá a terra de nações estranhas PARA RECONHECER O QUE HÁ DE BOM E O QUE HÁ DE MAU NOS HOMENS. APLICARÁ O SEU CORAÇÃO A VELAR DE MADRUGADA, ANTE O SENHOR QUE O CRIOU, E NA PRESENÇA DO ALTÍSSIMO FARÁ A SUA ORAÇÃO. Abrirá a sua boca para orar, e pedirá perdão dos seus pecados. Porque SE O SOBERANO SENHOR ASSIM O QUISER ENCHÊ-LO-Á DO ESPÍRITO DE INTELIGÊNCIA, E ENTÃO ELE DERRAMARÁ AS PALAVRAS DA SUA SABEDORIA, COMO CHUVA, E NA ORAÇÃO LOUVARÁ O SENHOR. E regulará os seus conselhos e instruções e meditará nos segredos de Deus. EXPORÁ PÙBLICAMENTE A DOUTRINA QUE APRENDEU, e fará consistir a sua glória na Lei da Aliança do Senhor. Muitos louvarão a sua sabedoria e jamais ficará no esquecimento. Não perecerá a sua memória, e o seu nome será repetido de geração em geração. As Nações publicarão a sua sabedoria, e a assembleia publicará o seu louvor. Enquanto viver, terá maior reputação do que mil outros; e quando repousar, a sua fama aumentará com isso.» Eclo 39, 1-15

Santo Agostinho, (354-430) na sua imortal obra “A Cidade de Deus,” compõe um quadro histórico, em que neste mundo, bons e maus, se misturam incessantemente, na medida em que o grande Santo, sàbiamente, não procede a uma coincidência dos bons com aqueles que são, oficialmente, membros da Santa Igreja, e dos maus com aqueles que estão, oficialmente, materialmente, fora do Corpo Místico de Cristo. Na realidade, sempre houve almas, AINDA QUE EM REDUZIDO NÚMERO, que vivendo, MATERIALMENTE, na heresia, ou no paganismo, possuem, APESAR DISSO, as virtudes teologais, e por isso mesmo também a Graça Santificante; ao passo que ao longo das idades, mas sobretudo nos últimos 200 anos, a grande massa dos baptizados (logo oficialmente membros da Igreja) não excedem o qualificativo de APÓSTATAS NOMINAIS.
Santo Agostinho, na obra referida, quis fundamentalmente demonstrar que acima do Império Romano existia uma realidade infinitamente mais excelente, porque essencialmente Sobrenatural, que era a Santa Madre Igreja; e esse mesmo Império, também temporalmente, só auferiria vantagens em integrar no seu seio tão excelsa plenitude. Nunca a Luz maravilhosa da Divina Providência manifestou tão deslumbrante panorama, numa obra puramente humana, como na “Cidade de Deus”.
Quem escreve estas linhas, quando adolescente, muito embora frequentasse colégios NOMINALMENTE católicos, teve um professor, agnóstico e relativista, de História e Filosofia, que, em plena aula, afirmou: ” Fiquem a saber, que neste mundo quem vence é quem tem força, não quem tem razão”. A asserção caiu, como é natural, no vazio, mas não em mim, que formulei o seguinte Juízo: “Mas se é assim, PARA QUÊ VIVER?”- Tinha 14 anos. Assim se assassinavam, premeditadamente, as almas dos adolescentes em pleno Estado Novo Português (1967), em estabelecimentos de ensino ditos católicos.
Mais tarde, o autor destas linhas efectivamente verificou, QUE SÃO, EM FORTE PROPORÇÃO, OS GRANDES ASSASSINOS DE CORPOS E ALMAS, QUE FAZEM A HISTÓRIA – MAS QUE A PROVIDÊNCIA DIVINA, NA SUA SABEDORIA INFINITA, AUFERE SEMPRE A SUA MAIOR GLÓRIA, QUER NA PROCLAMAÇÃO FORMAL DOS SEUS SANTOS, QUER NO CASTIGO ETERNO DOS MAUS. Seria este último inciso que o dito professor devia ter acrescentado, se não fosse ímpio.
Cumpre assinalar, que num estado verdadeiramente católico, não basta a disciplina estritamente obrigatória de Religião e Moral; é necessário, QUE TODAS AS DISCIPLINAS, EM TODOS OS GRAUS DE ENSINO, E EM TODOS OS CURSOS, SEJAM POSITIVAMENTE INFORMADAS, ESTRUTURADAS E MEDIDAS, PELO DOGMA E MORAL CATÓLICA. Neste quadro conceptual, nenhum aluno ímpio poderá obter qualquer espécie de diploma – primário, médio, ou universitário.
Henrique VIII, o Marquês de Pombal, muitos czares russos, Adolf Hitler, Estaline, Mao-Tsé-Tung, Pol Pot, a grande maioria dos chefes de Estado Africanos, depois da desgraçada descolonização europeia, foram assassinos profissionais que se apoderaram das rédeas dos Estados, utilizando-as como arma amplificadora dos seus crimes.
É monstruosa a doutrina do chamado positivismo jurídico, para a qual, as únicas realidades jurídico-políticas, em si mesmas verificáveis, são as que se impõem pela própria força dos factos; donde se conclui, que para esta doutrina, o Bem e o mal dependem, só e apenas, do arbítrio do mais forte, qualquer que ele seja. Neste MALDITO enquadramento, se Hitler tivesse vencido a guerra, o regime político europeu daí resultante seria perfeitamente legítimo – pois CONSTITUIRIA UMA ENTIDADE POSITIVA.
Não se nega que a Lei Eterna impõe aos homens, quer eles queiram, quer não, uma necessidade ontológica imanente à própria definição da natureza humana. Consequentemente, até mesmo o pior tirano, ao apoderar-se da máquina do estado, sem deixar de ser um tirano, é obrigado a respeitar certos equilíbrios resultantes da própria interacção das colectividades humanas; mas tal não constitui qualquer mérito imputável aos próprios tiranos, pois como já se afirmou, tal dimana da própria bondade da Lei Eterna, Imperante, Soberana, mesmo quando nela não se crê.
É a própria relatividade aparente das coisas humanas, enquanto tais, que vigorosamente proclama A NEGAÇÃO FORMAL DESSA MESMA RELATIVIDADE, POIS AFIRMAR AS REALIDADES COMO RELATIVAS E CONTINGENTES, É METAFÌSICAMENTE JÁ PRESSUPOR O HORIZONTE ABSOLUTO QUE AS MEDE.
Deus Nosso Senhor permite os piores males, na exacta medida em que na Sua Divina Providência, haurirá deles, formalmente, os maiores bens; pois que o Bem é Ser, e o Mal, privação de Ser; portanto, metafìsicamente, há um Bem absoluto, mas não há, nem pode haver, um mal absoluto.
Por vezes afirma-se que a seita anti-Cristo é um mal absoluto, mas não em sentido metafísico – é porque consegue negar a Deus com a aparência da autoridade do próprio Deus.
Tem havido muitos tiranos, assassinos de corpos; alguns, como Lutero, Voltaire, Marx, verdadeiros assassinos de almas; mas só a seita anti-Cristo, a nunca suficientemente amaldiçoada Igreja conciliar, conspirando, logrou atingir o genocídio de almas por definição; são os supostos e aparentes médicos das almas que as liquidam sumàriamente, impiedosamente, sem quase estas darem por isso – e ainda por cima agradecem.
O servilismo é tão grave como a soberba; pois em ambos os casos existe uma apreciação, intrìnsecamente desordenada, de si próprio.
Aceitar as piores blasfémias, os piores deicídios – que tal é o ensinamento conciliar – em nome da humildade face à autoridade, É CONDENAR-SE A SI MESMO AO INFERNO. Pois que a obediência só constitui virtude QUANDO INFORMADA PELA FÉ E PELA CARIDADE SOBRENATURAL.
Recusemos flectir o nosso joelho perante os tiranos da Roma apóstata; destruir as almas é INFINITAMENTE PIOR QUE MATAR OS CORPOS, pois que se despreza O SANGUE INFINITAMENTE PRECIOSO QUE POR ELAS NA CRUZ FOI DERRAMADO. A SALVAÇÃO ETERNA, NA CONTEMPLAÇÃO DA VERDADE E DO BEM ABSOLUTOS, VALE INFINITAMENTE MAIS QUE TODOS OS MUNDOS QUE DEUS NOSSO SENHOR PUDESSE CRIAR, NA ORDEM NATURAL.

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 11 de Outubro de 2014

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: