Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

A REALEZA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO E O APELO SOBRENATURAL À SANTIDADE

CRISTO REI

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Escutemos o Papa Pio XI, em excertos da sua encíclica “Quas Primas“. promulgada em 11 de Dezembro de 1925:

«A celebração da Festa de Cristo Rei, que se renova todos os anos, será também uma admoestação para as Nações, que o dever de adorar pùblicamente a Nosso Senhor Jesus Cristo, e de Lhe obedecer, diz respeito, não sòmente aos particulares, mas também AOS MAGISTRADOS E GOVERNANTES: lembrar-lhes-á o Juízo Final, no qual Nosso Senhor Jesus Cristo, afastado da sociedade, ou mesmo sòmente ignorado e desprezado, vingará acerbamente as tantas injustiças recebidas, exigindo a Sua DIGNIDADE REAL QUE A SOCIEDADE INTEIRA SE AJUSTE AOS MANDAMENTOS E AOS PRINCÍPIOS CRISTÃOS, QUER AO ESTABELECER AS LEIS, QUER NA ADMINISTRAÇÃO DA JUSTIÇA, QUER FINALMENTE AO FORMAR O ÂNIMO DOS JOVENS NA SÃ DOUTRINA E NA SANTIDADE DOS COSTUMES.
Além disso, é maravilhoso dizer quanta força e virtude os fiéis poderão tirar da meditação destas coisas para modelar o seu espírito segundo as verdadeiras normas da vida Cristã. Porque se a Cristo Nosso Senhor foi dado todo o poder no Céu e na Terra; se todos os homens, por haverem sido redimidos com o Seu Sangue, ESTÃO SUJEITOS, POR NOVO TÍTULO, À SUA AUTORIDADE; e se finalmente, este poder ABRANGE TODA A NATUREZA HUMANA, VÊ-SE CLARAMENTE QUE NÃO HÁ NENHUMA FACULDADE QUE SE POSSA SUBTRAIR A TÃO ALTA SOBERANIA. É pois necessário que Nosso Senhor Jesus Cristo reine na inteligência do Homem, o qual, com perfeita submissão, deve prestar um consenso firme e constante às verdades reveladas e à Doutrina de Nosso Senhor; é necessário que reine no coração, o qual, apreciando menos os afectos naturais, deve amar a Deus sobre todas as coisas, e estar unido ùnicamente a Ele; é necessário que reine no corpo e nos seus membros, que como instrumentos, no dizer do Apóstolo São Paulo “como armas de Justiça oferecidas a Deus”(Rom 6,13 ), devem servir para santificação interna da alma. Se estas coisas forem propostas à consideração dos fiéis, eles mais fàcilmente serão levados à perfeição.
Queira Deus, veneráveis irmãos, que todos aqueles que estão fora do Seu Reino, desejem e acolham o jugo suave de Nosso Senhor Jesus Cristo, e que todos nós que, por Sua Misericórdia, somos Seus súbditos e filhos, transportemos este jugo, não de má vontade, mas com gosto, COM AMOR, SANTAMENTE, e que da nossa vida, conformada às Leis do Reino Divino, recolhamos frutos alegre e abundantes, e julgados por Nosso Senhor como servos bons e fiéis, nos tornemos participantes do Reino Celeste, da sua Glória e Felicidade Eterna.»    

Só Deus Uno e Trino é Metafìsicamente e Teològicamente Santo. Mas o que significa o conceito de santidade atribuído a Deus? Sim, porque quando se diz que um anjo ou um homem são santos, isso quer dizer que tal anjo ou tal homem se identificam objectivamente, na Ordem Sobrenatural, com a Verdade e o Bem Revelados; reconhecem intelectualmente a Verdade e amam o Bem; mas como atribuir tal conceito a Deus? Deus É Santo POR SI MESMO, NA SUA ASSEIDADE, NA SUA VERDADE, NA SUA BONDADE, PORQUE SE IDENTIFICA INFINITAMENTE CONSIGO MESMO, NUMA UNIDADE  ABSOLUTA DE SER. DEUS POSSUI EM SI MESMO A RAZÃO MESMA DO SEU SER; Portanto Deus possui uma Santidade infinita.
O anjo e o homem tornam-se santos, precisamente, pelo anúncio formal, espiritual, da Glória extrínseca de Deus, pois para isso foram criados.
A decadència do clero ao longo de todo o século XX, e aqui refiro apenas o clero que não estabelecera pacto formal com a maçonaria – que era, ainda assim, a maioria; todo o enfraquecimento espiritual, até mesmo na Ordem Natural, do referido clero, foi provocado POR TEREM RENUNCIADO À SANTIDADE, mesmo sem perderem a Fé – aqueles que não a perderam – ABDICARAM COMPLETAMENTE DA HERANÇA DOS SANTOS QUE É CONSTITUTIVA DO APELO SOBRENATURAL, ETERNO, E OBRIGATÓRIO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO À SANTIDADE.
Ora quem não se esforça, contìnuamente, com o auxílio de Deus, por progredir no conhecimento e no amor de Deus – RECUA.
Neste enquadramento, o referido clero, neste caso os bispos, chegados ao concílio Vaticano 2, não possuíram forças espirituais e morais para resistir à brutal investida dos bispos mações, E PERDENDO INTEIRAMENTE O SENTIDO EMINENTEMENTE SOBRENATURAL DA REALEZA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO – DESTRONARAM-NO.
Não se pode sequer tentar compreender, tentar amar, em toda a sua profundidade Sobrenatural, a Realeza de Nosso Senhor, sem a Graça Santificante e a Caridade – a Fé informe não é suficiente.
OS QUE PÙBLICAMENTE DESTRONARAM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO NO VATICANO 2, JÁ MUITO ANTES O HAVIAM DESTRONADO NO SEU CORAÇÃO.
É preciso amar a Deus Nosso Senhor, SOBRENATURALMENTE, sobre todas as coisas, e ao próximo, por amor de Deus, para adorar condignamente a Realeza, Pública, Social e Universal do Redentor.
O anti-Cristo Bergoglio defende obstinadamente a REALEZA DE SATANÁS, e por isso macaqueia “beatificações” e “canonizações” de outros servos do diabo.
Efectivamente, um dos grandes objectivos da maçonaria, era abater o poder temporal da Santa Madre Igreja, poder que lhe fora constitucionalmente conferido por Nosso Senhor, pois QUEM PODE O SOBRENATURAL, PODE O NATURAL, SEMPRE EM ORDEM AO SOBRENATURAL.
Deus Uno e Trino é infinitamente Santo; Nosso Senhor Jesus Cristo, verdadeiramente Deus e verdadeiramente Homem,  é SUBSTANCIALMENTE SANTO; a Santa Madre Igreja, Pessoa Moral de Direito Divino, é ESSENCIAMENTE Santa; Santa nos seus Fundamentos Constitucionais; Santa, no seu Divino Sacrifício; Santa, nos Sacramentos, como meios de Salvação; Santa, na sua Doutrina objectivamente Revelada, Santa, enfim, como Sociedade perfeita, na absoluta integridade do Fim Primário da Criação – A Glória de Deus Uno e Trino; bem como do fim secundário subordinado – a salvação das almas; mas igualmente Santa na caracterizada proficiência de outros fins secundários  – Filosóficos, Políticos, Sociais e Culturais.
Nosso Senhor Jesus Cristo comunicou à
Santa Madre Igreja, de MODO VICARIANTE, UMA AUTORIDADE REAL DIRECTA SOBRE OS BAPTIZADOS; E UMA AUTORIDADE INDIRECTA SOBRE OS NÃO BAPTIZADOS.
Se é certo que Nosso Senhor Jesus Cristo, durante a Sua vida mortal, não utilizou o Seu Poder Temporal; tal integrava-se nas disposições da Divina Providência; aliás, neste caso, fàcilmente compreensíveis: Como se poderia ter efectivado a Redenção, se Nosso Senhor ordenasse às doze legiões de Anjos que o socorressem (Mt 26,53)?
A impossibilidade de corrupção do raciocínio funcional no Romano Pontífice, determinada pela própria prerrogativa da Infalibilidade, compreende igualmente tudo o que concerne ao poder temporal, concebido e utilizado sempre em ordem ao Sobrenatural, mas não evita certas soluções concretas política e socialmente menos correctas, MAS NUNCA DESORDENADAS E DESFUNCIONALIZADAS.
A Ordem temporal, natural, também possui a sua sacralidade, não só por direito próprio, enquanto criada por Deus, mas também porque tal sacralidade lhe é outorgada, EXTRÌNSECAMENTE, pela Ordem Sobrenatural.
Por isso mesmo, a maçonaria não se apaziguou com a supressão do Poder Temporal da Santa Madre Igreja; mas conspirou para destruir a face humana do Corpo Místico, usurpando os mais altos cargos da Igreja,  renegando oficialmente a Soberania dos Corações de Jesus e Maria, como único fundamento da ordem social, e destruindo o Santo Sacrifício da Missa.
Como já se afirmou, a origem de todas estas defecções, privadas e públicas, reside na INFIDELIDADE DOS HOMENS AO APELO DE NOSSO SENHOR EM ORDEM À SANTIDADE DOS MEMBROS DO SEU CORPO MÍSTICO.
Um tal contexto pode e deve ser transposto, infelizmente, para os tempos actuais:
Em geral, falta santidade às nossas fileiras tradicionalistas, falta UM VERDADEIRO AMOR SOBRENATURAL A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS, E AMOR AO PRÓXIMO, POR AMOR DE DEUS.
A Graça atrai a Graça; os Bens Sobrenaturais atraem outros Bens Sobrenaturais. Anàlogamente, o mal atrai o mal. Debrucemo-nos sobre o exemplo de São Pio X, e do próprio Monsenhor Lefebvre: Todos os combates por eles travados, NUNCA FORAM CONCEBIDOS COMO PELEJAS HUMANAS, ENVOLVENDO SENTIMENTOS HUMANOS, QUAISQUER QUE ELES FOSSEM.
Reside aqui, precisamente, o grande defeito das nossas campanhas: A AUSÊNCIA DE ESPÍRITO SOBRENATURAL; E CONSEQUENTEMENTE, CONCEITOS INADEQUADOS E FRUSTES SOBRE A REALEZA DE NOSSO SENHOR, COMO CRIADOR E COMO REDENTOR.
A vida de Monsenhor Lefebvre foi permanentemente iluminada pela Cruz; embora muito visível, materialmente, aos olhos dos homens, sobretudo na sua fase episcopal, a vida de Monsenhor Lefebvre estava CONTEMPLATIVAMENTE OCULTA EM DEUS; totalmente abismada nos MISTÉRIOS SOBRENATURAIS, NOMEADAMENTE, NO SANTO SACRIFÍCIO DA MISSA. No Mistério da Redenção, renovado incruentamente nos nossos Altares, Nosso Senhor  adquire um outro título de Soberania, não apenas sobre todos os baptizados, mas sobre todos os homens. É verdade que a Santa Madre Igreja possui jurisdição indirecta sobre os não baptizados, mas a Soberania de Nosso Senhor, como Criador e como Redentor, É DIRECTA SOBRE TODOS OS HOMENS.
Monsenhor Lefebvre vivia sobrenaturalmente a defecção apóstata da face humana do Corpo Místico; O SEU COMBATE ERA OBJECTIVO E HIERÁRQUICO, pois que em toda a sua vida não procurou possuir “ideias próprias”, mas nutriu sòmente os desígnios Sobrenaturais do Pensamento Divino sobre o Mundo.
Só a Fé Teologal formada pela Graça Santificante e pela Caridade é verdadeiramente Sobrenatural, participante da Inteligência e da Caridade Divina. Uma Fé informe não permite que sobrepujemos eficazmente as misérias deste mundo, pois que veicula uma SEMENTE REAL DE INFERNO. E quem rejeita assim o Sangue do Redentor nunca pode apreciar as maravilhas inefáveis da Sua Paz, do Seu Jugo tão suave, tão doce, tão infinitamente fecundo.
TODA A NOSSA SALVAÇÃO, TODA A NOSSA FELICIDADE SOBRENATURAL, RESIDE INTEGRALMENTE NA SOBERANIA ETERNA DA VERDADE.

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 20 de Outubro de 2014

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: