Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

O ANTI-SEDEVACANTISMO É TÃO LETAL PARA AS ALMAS COMO A LIBERDADE RELIGIOSA

  • Segredo de FátimaO exercício concreto de uma função não pode ser contraditório com a definição do «princípio constitutivo» dessa mesma função. O «princípio constitutivo» da autoridade pontifícia na Igreja é a Lei de Deus e seus mandamentos vinculatórios.
  • A declaração do «direito à liberdade religiosa» está diretamente em contradição com o princípio da Igreja. Essa declaração, portanto, representa uma renúncia tácita não só à sua Fé, mas à função de autoridade na Igreja (§ Can. 188, 4). Isso define a vacância do cargo papal, se este já não fosse previamente vacante, pela fé desviada do «eleito papa».

*   *   *

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Escutemos o Papa Gregório XVI, em passagens da sua encíclica “Mirari Vos”, de 15 de Agosto de 1832:

«Dizemos coisas, veneráveis irmãos, que vós tendes contìnuamente sob vossos olhos, e que por isso, deploramos com pranto comum: TRIUNFA SOBERBA A IMPROBIDADE, INSOLENTE A CIÊNCIA, LICENCIOSO O DESCARAMENTO. A SANTIDADE DAS COISAS SACRAS É DESPREZADA, E A AUGUSTA MAJESTADE DO CULTO DIVINO, QUE POSSUI GRANDE FORÇA E INFLUXO SOBRE O CORAÇÃO HUMANO, INDIGNAMENTE É REJEITADA, CONTAMINADA, E TORNADA OBJECTO DE ESCÁRNIO POR HOMENS TRATANTES. Então se distorce e perverte a sã Doutrina e se disseminam, de modo audaz, erros de todo o género. Não há Leis Sagradas, nem direitos, nem instituições, e nem disciplinas, por santas que sejam, que se encontrem protegidas do ardil deles, QUE EXPELEM APENAS MALVADEZAS DA SUA BOCA IMUNDA. Esta nossa Sede Romana do beatíssimo Pedro, na qual Jesus Cristo estabeleceu a sólida base da Sua Igreja, é feita alvo de incessantes, duríssimos vexames; os vínculos da unidade fragilizam-se e diluem-se dia a dia sempre mais. Combate-se a Divina Autoridade da Igreja, e pisando seus Direitos, SE QUER SUJEITÁ-LA A RAZÕES TERRENAS, e com grande injustiça se tenta torná-la odiosa aos povos, enquanto fica reduzida a ignominioso cativeiro. Viola-se a obediência devida aos Bispos, conculcando-lhes os direitos. AS ACADEMIAS E AS ESCOLAS ECOAM HORRÌVELMENTE AS MONSTRUOSAS NOVIDADES DE OPINIÃO, com as quais, não mais de modo oculto, e com secretas ameaças, se ataca a Fé Católica, MAS ABERTAMENTE, E SOB OS OLHARES DE TODOS, MOVE-SE HORRÍVEL E NEFANDA GUERRA. AFINAL, CORROMPIDO O ESPÍRITO DOS JOVENS ALUNOS PELOS ENSINAMENTOS VICIADOS E PELOS MAUS EXEMPLOS DOS MESTRES, ESPALHOU-SE O DESGASTE DA RELIGIÃO E OS COSTUMES PERVERTERAM-SE.
Sacudido assim o freio da santa religião, QUE É A ÚNICA RESPONSÁVEL POR MANTER DE PÉ OS REINOS, E A FORÇA DA AUTORIDADE DE CADA DOMÍNIO, vê-se aumentar a subversão da ordem pública, a decadência dos principados, e a dissolução da toda a potestade legítima. Mas tão grande acúmulo de desventuras deriva de forma especial da conspiração daquelas sociedades nas quais parece ter-se recolhido, COMO EM IMUNDA FOSSA, QUANTO HÁ DE MAIS SACRÍLEGO, ABOMINÁVEL E ÍMPIO, NAS HERESIAS E NAS PIORES SEITAS.»

A Verdade do Ser não suporta, de maneira alguma, qualquer hesitação no seu enunciado, qualquer imprecisão, menos ainda qualquer contradição; porque esta última não é Ser – É O NADA!
BONUM EX INTEGRA CAUSA! Tal como a Verdade, o Bem do Ser promana da sua integridade, da sua intangibilidade.
Embora neste pobre mundo exista muito mais mal do que Bem, certo é que mal algum entrará no Reino dos Céus, POIS QUE O SANGUE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO FOI VERTIDO PARA QUE POSSUAMOS A VIDA SOBRENATURAL EM GRANDE ABUNDÂNCIA, O QUE NÃO ADMITE A MEDIOCRIDADE.
É o próprio do modernismo, misturar incessantemente o bem material com o mal formal; a aparência do primeiro ajuda à assimilação da realidade do segundo.
Desgraçadamente, a Fraternidade que, FOI DE SÃO PIO X – após a morte de Monsenhor Lefebvre, e contradizendo totalmente a sua herança espiritual, tanto na letra, como no espírito – optou pela prossecução da mesma armadilha, do mesmo engano, que levou à ruína a face humana do Corpo Místico: APARENTAR O BEM, PARA FAZER, SUBLIMINALMENTE, PASSAR O MAL!
É por demais evidente que as actuais chefias da Fraternidade, QUE FOI DE SÃO PIO X, têm um pacto ultra-secreto com a maçonaria internacional. Continuarem a garantir que os “papas conciliares” são verdadeiros papas, SÓ PODE SER UMA MENTIRA DO DIABO, POIS CONSTITUI UMA VERDADEIRA CONTRADIÇÃO.
O EXERCÍCIO CONCRETO DE UMA FUNÇÃO NÃO PODE SER CONTRADITÓRIO COM A DEFINIÇÃO DO PRINCÍPIO CONSTITUTIVO DESSA MESMA FUNÇÃO.
TAL NÃO CONSUBSTANCIA, ANTES DE TUDO O MAIS, UM PRINCÍPIO TEOLÓGICO, MAS SIM UM PRINCÍPIO LÓGICO, O QUAL PARTICIPA, NA ORDEM NATURAL, DA RAZÃO DIVINA, E É UNIVERSALMENTE VÁLIDO PARA TODO O DIREITO CIVIL.
O objectivo PREMEDITADO dos chefes da dita Fraternidade, é que os seus sacerdotes e os seus fiéis percam a Fé – O QUE JÁ ESTÁ ACONTECENDO! E o resultado, a médio e longo prazo, será o mesmo – a defecção generalizada.
É que o processo actua, em grande parte, subliminalmente; em geral, quanto mais religiosa e intelectualmente preparada é uma pessoa, tendencialmente menos subliminal é o processo.
E quanto mais religiosa é a alma que perde a Fé, maior é o triunfo de satanás.
Na realidade, se os papas conciliares são verdadeiros, então é tudo mentira, PORQUE UMA INSTITUIÇÃO QUE SE CONTRADIZ NÃO PODE SER DIVINA.
O anti-sedevacantismo, tal como o princípio da liberdade religiosa, operam como formas dissolventes, corruptoras, de um conteúdo materialmente verdadeiro, consistentemente afirmado, para servir de engodo às almas, ainda de boa fé.
O ANTI-SEDEVACANTISMO CONSTITUI, HODIERNAMENTE, A MAIS PODEROSA ARMA DA MAÇONARIA INTERNACIONAL; TAL COMO HÁ CINQUENTA ANOS O FOI A DITA LIBERDADE RELIGIOSA.
A maçonaria sabe perfeitamente que os verdadeiros resistentes católicos, o seu núcleo duro, só pode ser sedevacantista, na exacta medida em que só a falsidade deicida dos inválidos usurpadores da Cátedra de São Pedro – desde o falecimento de Sua Santidade, o Papa Pio XII, em 9 de Outubro de 1958 – SÓ O SEDEVACANTISMO, pode explicar o seguinte:
I- A INTANGIBILIDADE E INDEFECTIBILIDADE INTRÍNSECA DO VÍNCULO DE DIREITO DIVINO SOBRENATURAL QUE UNE A CÁTEDRA DE SÃO PEDRO  AO PRÓPRIO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. PODENDO ESTA CÁTEDRA DE VERDADE SER USURPADA A PARTIR DO EXTERIOR, MAS COM IMPOSSIBILIDADE DE COLAPSO INTRÍNSECO.
II- A INTANGIBILIDADE E INDEFECTIBILIDADE INTRÍNSECA DO CORPO MÍSTICO DE CRISTO NAS SUAS FASES, TERRENA, PADECENTE E TRIUNFANTE.
III- A PERFEITA PERENIDADE E INFALIBILIDADE DAS PROMESSAS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO NO CONCERNENTE À INDEFECTIBILIDADE DA SANTA MADRE IGREJA.
IV- A MAIS ÍNTEGRA INCOLUMIDADE DAS PRERROGATIVAS FUNCIONAIS DO   CARGO DE SUCESSOR DE PEDRO, AS QUAIS EXIGEM QUE ESSE CARGO SE NÃO POSSA PERDER, A NÃO SER POR RESIGNAÇÃO. EFECTIVAMENTE, UM PAPA QUE CAÍSSE EM COMA PROFUNDO, MESMO POR LONGO TEMPO, JAMAIS PERDERIA O CARGO, NEM DELE PODERIA SER EXONERADO – ATÉ FALECER;
POIS, SEGUNDO A TESE, RONCALLI, MONTINI, WOJTYLA, RATZINGER, NÃO PERDERAM O PONTIFICADO, PORQUE NUNCA O DETIVERAM, COMO AGENTES DA MAÇONARIA QUE ERAM. Não menciono Albino Luciani (João Paulo I), porque existe a hipótese muito consistente de ele haver sido assassinado pela maçonaria vaticana, precisamente por estar decidido a agir como papa.
V- O CUMPRIMENTO PLENO DAS ASSERÇÕES BÍBLICAS, BEM COMO DA TRADIÇÃO SAGRADA, SOBRE A VINDA DO ANTI-CRISTO PRÉ-ESCATOLÓGICO, COMO CASTIGO DOS PECADOS E DAS GRANDES APOSTASIAS INDIVIDUAIS, SOCIAIS E ESTATAIS.
VI- A ABSOLUTA INEXISTÊNCIA DE QUALQUER CONTRADIÇÃO DOUTRINAL NO SEIO DA SANTA MADRE IGREJA, POIS QUE A FACE HUMANA DESTA SE PODE CONSIDERAR POSSESSA DO DEMÓNIO QUE NELA INCARNOU, EXTRÌNSECAMENTE, DISPONDO DO SEU CORPO, MAS NÃO DA SUA ALMA, A QUAL PERMANECE UNIDA A NOSSO SENHOR JESUS CRISTO.
VII- PORTANTO SÓ O SEDEVACANTISMO RECONHECE E ASSEGURA A UNIDADE, A INDEFECTIBILIDADE, E A INFALIBILIDADE DA SANTA MADRE IGREJA, CRIANDO AS CONDIÇÕES PARA A RESTAURAÇÃO DO PAPADO, APÓS UM INTERREGNO DE ANTI-CRISTOS.
Os anti-sedevacantistas, tal como os paladinos da liberdade religiosa, há cinquenta anos, imaginam uma super-instituição, que monstruosamente titulam de Igreja Católica, na qual legìtimamente se enraizariam històricamente UMA PLURALIDADE DE RELIGIÕES, CONFORME AS ÉPOCAS, E AS LOUCURAS HUMANAS – O QUE É PURO RELATIVISMO. Se São Pio V, que usava o título de GRANDE INQUISIDOR, no seu combate contra o protestantismo, como Prefeito do Santo Ofício, e foi canonizado; Se São Pio X, que condenou o modernismo com a maior severidade, e também foi canonizado; e se Bergoglio, instigador da bruxaria, do aborto e da sodomia – SÃO TODOS PAPAS?! ENTÃO, COMO DIZIA MONSENHOR LEFEBVRE – NÃO FICA NADA! E A UNIDADE DA IGREJA MAIS NÃO É SENÃO A UNIDADE DO GÉNERO HUMANO, EM EVOLUÇÃO VITAL RUMO AO TEILHARDIANO PONTO OMEGA. E então – VALE TUDO! Porque na evolução antropoteísta da humanidade tudo é susceptível de ser dialècticamente integrado na plena expressão cultural da vitalidade “divina”. Assim se comprova a plena equivalência, e caracterizada homogeneidade, entre o princípio da liberdade religiosa e o anti-sedevacantismo.
Não é sagrando bispos – sem qualificado fundamento eclesiástico ou teológico, nem enquadramento estratégico perfeitamente objectivo e hierárquico – que podemos preparar a restauração do Papado. Por este caminho, o mundo deixará de nos respeitar (embora nos abomine); seremos equiparados aos palhaços de Palmar de Troya, que se vangloriavam de fazer bispos numa semana; ora isso é brincar à religião! Que Deus nos defenda!
Que a Santíssima Trindade constitua sempre a Luz Eterna sob a qual tudo pensamos, tudo queremos e tudo operamos. Pois que a nossa alma, mesmo na Ordem Natural, constitui imagem fiel da Trindade. Aliás se meditarmos bem, e sobretudo se contemplarmos Sobrenaturalmente, nos Dons da Sapiência e do Entendimento, a mais profunda realidade da nossa alma, na sua essência, e nas suas faculdades da inteligência e vontade, então penetrará na mesma alma, uma sombra, um pequeno vislumbre de compreensão, das Processões Trinitárias; pois que enquanto as nossas operações finitas e contingentes, são, na Trindade Santíssima, de algum modo, amplificadas ao Infinito da Asseidade Divina, comunicando assim ao pensamento e à vontade a faculdade de multiplicar transcendentalmente as pessoas na base da única Essência Divina.
Todavia, nem na Eternidade beatífica, quer os Anjos, quer os homens eleitos, e mesmo Maria Santíssima, compreenderão jamais integralmente os Santos Mistérios de Deus Nosso Senhor.

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 29 de Março de 2015

5 Respostas para “O ANTI-SEDEVACANTISMO É TÃO LETAL PARA AS ALMAS COMO A LIBERDADE RELIGIOSA

  1. Zoltan Batiz abril 12, 2015 às 1:13 pm

    Como já tinha comentado, o antisedevacantismo é ilógico (portanto, o que o adopta, pode deformar o próprio cérebro) e também desonesto.

  2. José Carlos Reis abril 17, 2015 às 8:13 pm

    Viva Cristo Rei e Salve a Virgem Puríssima!

    Prezado sr.Araí Danielle,boa tarde.
    O sr diz o seguinte acima: “Não menciono Albino Luciani (João Paulo I), porque existe a hipótese muito consistente de ele haver sido assassinado pela maçonaria vaticana, precisamente por estar decidido a agir como papa.” O sr poderia nos dar exemplos de que ele estaria decidido a agir como papa?Pois pelo que eu saiba,ele foi liberal,foi a favor do controle da natalidade e contra a encíclica de paulo VI “Humane Vitae”, a favor de eliminar cada vez mais as cerimonias papais,foi o 1º papa a não querer ser coroado e usar nome duplo ao homenagear João XXIII e Paulo VI e tem o famoso caso da sédia gestatória…Que eu saiba ele na verdade só estava disposto a encarar a maçonaria eclesiástica no Vaticano porque esta estava roubando $$$$ No vídeo abaixo é interessante o destaque dado a Ivo lorsheider,Ratzinger e Woytla https://youtu.be/6Pjb7mDK4GI

  3. Pro Roma Mariana abril 17, 2015 às 8:43 pm

    Prezado amigo José Carlos Reis, estou de acordo com o que comentou, mesmo porque já descrevi tudo isto em algum outro meu artigo. Ora, aqui a frase é do amigo Alberto Cabral, autor do artigo em questão, a quem remeto o seu comentário para uma explicação.

    • José Carlos Reis abril 20, 2015 às 5:44 pm

      Obrigado pela resposta sr.Araí e me desculpe pela falta de atenção ao não ver lá no inicio o autor da matéria.Poderia disponibilizar aqui se caso achar, o artigo que o sr escreveu sobre João Paulo I?Infelizmente não consegui.

  4. Pro Roma Mariana abril 20, 2015 às 10:07 pm

    Se o amigo lê inglês, recomendo este do «Tradition in Action» que é atual: “Mattei ‘Forgot’ John Paul I’s Part in the Conciliar Revolution”. Nâo sei se há versão em português. Quanto ao meu faz parte de outro que tentarei achar, mas são tantos que nem sempre dou conta. Desculpe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: