Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

A DOUTRINA CATÓLICA NÃO É TIRÂNICA – MAS SIM O PECADO E O ERRO

Panteão

Ao lado: PANTEÃO Romano das religiões, hoje igreja.

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Escutemos passagens da alocução proferida pelo Papa Pio XII, por ocasião da beatificação de Santa Maria Goretti -27 de Abril de 1947:

«Maria Goretti é fruto precioso de um lar Cristão, onde se reza, onde se educam cristãmente os filhos no santo temor de Deus, na obediência aos pais, no amor da Verdade, na honestidade e na pureza; onde desde tamanhinhos, se acostumam a contentar-se com pouco, a ajudarem na casa e no campo, onde todo o ambiente contribui para que todos sejam um em Cristo. COMO É GRANDE O ERRO DAQUELES QUE CONSIDERAM A VIRGINDADE EFEITO DE IGNORÂNCIA E INGENUIDADE DE ALMAS PEQUENAS, APOUCADAS, SEM PAIXÕES,SEM ARDOR, SEM EXPERIÊNCIA, E NÃO TÊM PARA ELA SENÃO UM SORRISO DE LÁSTIMA E DE SARCASMO.

Quem se tenha rendido sem pelejar, como poderá imaginar a fortaleza que se requer, para dominar pelos anos fora, sem um momento de debilidade, as diversas perturbações e incitamentos dos sentidos, que pelo pecado original, fermentam, desde a adolescência, no coração humano, para resistir, sem ceder uma vez sequer, às mil pequenas curiosidades de ver, de ouvir, de gostar, de sentir, que fazem chegar aos lábios o cálice embriagador, e respirar o fatal aroma das flores do mal, para SE MOVER ENTRE AS TORPEZAS DO MUNDO COM ÂNIMO MAIS FORTE DO QUE TODAS AS TENTAÇÕES, TODAS AS AMEAÇAS, TODAS AS MIRAGENS ENGANADORAS.

Ai! Ai! dos corruptores conscientes e voluntários, pela novela, pela revista, pelo jornal, pelo cinema, pelo teatro, e pelas modas desavergonhadas! Ai! dos rapazes atordoados por uma vida chamada elegante e fina, que trazem em seus corações, já, o estigma mortal do vício! Ai! dos pais e das mães, que sem energia e sem prudência, cedem aos caprichos dos seus filhos, e renunciam à paterna e materna autoridade, que refulge nas suas frontes como reflexo da Majestade Divina! Ai! também de tantos cristãos só de nome e fantasia, que poderiam arrastar atrás de si legiões de pessoas íntegras e rectas, se se dispusessem a combater o escândalo por todos os meios ao seu alcance e do seu dever».

É profundamente errónea uma catequese indiferenciada, fundamentada numa pedagogia de libertação; e isto em virtude da hegemonia das teorias revolucionárias, assentes, essencialmente, na libertação de toda e qualquer sujeição de ordem teológica e Sobrenatural. É nesse sentido que, salvo para públicos bem estruturados na Tradição católica, jamais se deve insistir num tal conceito, e sobretudo num tal termo.

Contudo, Nosso Senhor Jesus Cristo afirmou taxativamente: A VERDADE VOS LIBERTARÁ (Jo 8,32). E na realidade, em sentido estritamente teológico, na medida em que o pecado e o erro constituem privação qualificada de ser, e a virtude cristã, que é luz de Deus, participação na Natureza Divina, representa por isso mesmo um enriquecimento absolutamente inefável em ser. E na visão beatífica é a própria Essência Divina que Se faz Espécie Inteligível Eterna na nossa alma, já elevada pelo Lume da Glória.

Os mundanos não compreendem que sòmente em Deus se usufrua de verdadeira liberdade; primeiro, porque desconhecem totalmente a Deus, situando-se mesmo, em certo sentido, infinitamente longe d’Ele; segundo, porque ignoram soberanamente que a liberdade se defina como A FACULDADE DE SE MOVER NA VERDADE E NO BEM. Os mundanos julgam ser livres – MAS SÃO ESCRAVOS! E a razão profunda para tal radica-se na privação mesma de ser, que implica, tendencialmente, uma incapacidade da alma se automover interiormente na sua espiritualidade; ORA QUEM NÃO SE PODE MOVER, É PORQUE ESTÁ PRISIONEIRO. Muito pelo contrário, os santos, elevados ao Estado Sobrenatural, MOVEM-SE NA VERDADE E NO BEM COM A SUAVIDADE E AGILIDADE ESPIRITUAL DO PRÓPRIO DEUS, servem-n’O com soberana facilidade, pois que não se encontram imoderadamente presos a nada, nem a si mesmos; TUDO É GRATIFICANTE QUANDO SE OPERA EM NOME E POR AMOR SOBRENATURAL A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO POR AMOR DE DEUS.

Os mundanos estão cegos para as coisas de Deus, e assim muito raramente logram praticar obras naturalmente boas; o corolário de todas estas tristes realidades é o caos interior, a esterilidade completa do pensar e do agir, a frustração existencial – COMO SÃO INFELIZES OS MUNDANOS, QUÃO ESTREITA E LÚGUBRE É A SUA MASMORRA! No entanto afirmam-se homens livres.

A seita conciliar consegue atingir os cumes da depravação interior, nisso ultrapassando todos os protestantes, antigos e modernos, e logra mesmo sobrepujar os comunistas e anarquistas de todos os tempos. Bergoglio acaba, aliás, de demonstrar como para ele os abortos (legais e clandestinos) nada mais são do que DANOS ECOLÓGICOS, e nem mesmo atingem a dignidade de danos sociais. Tudo isto se compreende, visto que uma vez destruído o princípio da Fé Católica, os direitos e o bem estar dos seres humanos concretamente existentes, surgem como muito mais importantes do que o que não pode deixar de ser considerado um direito hipotético de seres humanos em projecto. Por isso Bergoglio só concebe e fala do amor à vida, por si mesma e em si mesma; nunca em pecado mortal – BERGOGLIO É ATEU!

É falso que a Fé Católica oprima o pensamento e a vontade; exactamente porque, antes de tudo o mais, a Santa Igreja quer dirigir as inteligências, para que se unam na Verdade; e quer rectificar as vontades, para que se unam na Caridade. A verdadeira Paz não é aquela que parece derivar de uma aparente união baseada na complementariedade e no equilíbrio de todos os egoísmos individuais e colectivos. Se pensarmos bem, se observarmos circunstanciadamente as sociedades humanas em todos os tempos e lugares, o vínculo gregário fundamental é o egoísmo, um egoísmo encoberto com maior ou menor hipocrisia; só em agrupamentos muito pequenos poderemos lobrigar vínculos de carácter positivo, natural ou Sobrenatural, originários das fontes de generosidade e altruísmo humano, sempre possíveis, quando se combatem eficazmente as consequências do pecado original – MAS TAL SÓ É CONCRETIZÁVEL EM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, PRÍNCIPE DA VERDADEIRA PAZ E HARMONIA ENTRE OS HOMENS, E CONSEQUENTEMENTE NO SEIO DA SANTA MÃE IGREJA.

Sòmente aqueles que através dos séculos odiaram a Luz da Verdade e do Bem, sòmente esses consideram a Fé Católica como tirânica e opressora da liberdade humana. Sáo também esses que ao longo das idades têm sempre reivindicado, contra a Santa Igreja, o princípio da liberdade religiosa; e isto é tanto mais verdade, que quando esses inimigos de Nosso Senhor alcançam o poder, NEGAM A LIBERDADE RELIGIOSA À IGREJA CATÓLICA. Foi sempre assim, começando no protestantismo do século XVI, percorrendo todas as insurreições anti-católicas; foi assim na revolução de 1789 e revoluções suas derivadas, em todo o século XIX, em toda a Europa e nos Estados Unidos e América Latina; foi assim no século XX, em França, em Portugal, no México, em Espanha, para só citarmos as perseguições anti-católicas mais cruéis; DEIXOU DE SER ASSIM COM O CONCÍLIO VATICANO 2, POIS QUE ENTÃO, MAÇÕES E COMUNISTAS JÁ SE ENCONTRAVAM CONTROLANDO PLENAMENTE A FACE HUMANA DO CORPO MÍSTICO, E A EX-IGREJA CATÓLICA ERA FINALMENTE ADMITIDA NO PANTEÃO DAS RELIGIÕES.

A razão profunda para tudo isto irradia do carácter intrìnsecamente totalitário da Fé Católica; neste caso, o termo “totalitário” nada tem a ver com o Hegelianismo-Marxismo, significa apenas que a Fé Católica deve comprometer (e compromete de uma forma ou de outra) necessàriamente TODOS OS HOMENS E TODO O HOMEM. Porque sòmente a Fé Católica concebe e serve a Deus, VERDADEIRAMENTE COMO DEUS; o que não acontece de forma alguma, nem mesmo com os Ortodoxos cismáticos.

A liberdade revolucionária é uma liberdade de perdição, aquém e além túmulo; pois que retirando ao homem a sua causa exemplar, que é a Lei Eterna, a sua causa eficiente, que é Deus enquanto princípio de Ser, a sua causa meritória, que é Nosso Senhor Jesus Cristo, e a sua causa final, que é a proclamação da Glória extrínseca de Deus na felicidade Eterna da Sua contemplação; transforma esse mesmo homem NO ÚNICO ABORTO DA CRIAÇÃO, POIS QUE PRIVADO DE FINALIDADE COMENSURÁVEL COM A SUA CONSTITUIÇÃO ONTOLÓGICA.

O grande tirano da Humanidade actual chama-se Bergoglio, e a sua tirania consiste na PROPAGAÇÃO DO ATEÍSMO COM A APARÊNCIA DA AUTORIDADE DO PRÓPRIO DEUS. O VATICANO É HOJE A SEDE DA MAÇONARIA INTERNACIONAL, E SERÁ AÍ QUE DEUS NOSSO SENHOR A ANIQUILARÁ UM DIA, AINDA QUE UTILIZANDO HOMENS COMO SEU INSTRUMENTO PROVIDENCIAL. E OS CÚMPLICES DIRECTOS DO VATICANO SÃO OS DIRIGENTES DA FRATERNIDADE QUE FOI DE SÃO PIO X.

São João Bosco, quando tinha 9 anos, teve um sonho no qual viu a Mãe do Céu mostrando-lhe um rebanho de crianças, e dizendo-lhe: “É com amor, e não com pancadas, que os deverás sempre conduzir para Deus. Esse sonho iluminou Sobrenaturalmente toda a vida do grande São João Bosco, e na sua última Missa derramou abundantes lágrimas nele meditando. Mas que amor era esse? Era o amor Sobrenatural a Deus sobre todas as coisas e ao próximo por amor de Deus. Ora Bergoglio, como toda a seita conciliar é a NEGAÇÃO ABSOLUTA DESSE AMOR; TUDO O QUE FAZEM E DIZEM SABE A ONANISMO. Bergoglio é tão pervertido que concretiza o velho aforismo, de que uma vez destruída a Ordem Sobrenatural, não fica a Ordem Natural, mas sòmente o anti-natural. Não há nenhuma espécie de sinceridade nas obras da seita conciliar; pois que a sinceridade é a coerência racional e objectiva consigo próprio; é evidente que para sermos salvos não basta sermos sinceros, mas temos de formar e seguir uma CONSCIÊNCIA RECTA; todavia se nem sinceros formos, colocamo-nos abaixo dos animais, pois nem mesmo fazemos jus à nossa condição de seres racionais. E É ESSA A PIOR DAS TIRANIAS!

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 4 de Setembro de 2015

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: