Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

A INTEGRIDADE DA FÉ CATÓLICA E AS VICISSITUDES HUMANAS

S.Pio X con bambini

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

 

Escutemos o Papa São Pio X, em passagens da encíclica “Pascendi Dominici Gregis”, promulgada em 8 de Setembro de 1907:

«Contudo a soberba tem muito maior força para arrastar ao erro os entendimentos; e é a soberba, que estando na Doutrina modernista como na sua própria casa, aí encontra à larga com que se cevar, e com que ostentar as suas manifestações. Efectivamente, a soberba os faz confiar tanto em si, que se julgam e dão a si mesmos como regra aos outros. Devido à soberba, loucamente se gloriam de serem os únicos que possuem o saber e dizem desvanecidos e inchados:”Nós não somos como os outros homens”; e de facto, para não o serem, abraçam e devaneiam toda a sorte de novidades, até das mais absurdas. Devido à soberba repelem toda a sujeição, e afirmam que a autoridade deve aliar-se com a liberdade.

Devido à soberba, esquecidos de si mesmos, pensam ùnicamente em reformar os outros, sem respeitarem nisso qualquer posição, nem mesmo a suprema autoridade. Para chegar ao modernismo não há, com efeito, caminho mais directo do que a soberba. Se algum leigo, ou também algum sacerdote católico esquecer o preceito da vida cristã que nos ordena que nos neguemos a nós próprios para podermos seguir a Cristo; e se não afastar o seu coração da soberba, ninguém mais do que ele se acha naturalmente disposto a abraçar o modernismo. Seja portanto, veneráveis irmãos, o vosso primeiro dever, resistir a esses homens soberbos, OCUPÁ-LOS NOS MISTERES MAIS HUMILDES E OBSCUROS, A FIM DE SEREM TANTO MAIS DEPRIMIDOS QUANTO MAIS SE ENALTECEM, E COLOCADOS EM ÍNFIMO PLANO, TENHAM MENOR CAMPO PARA PREJUDICAR.

Além disso, por vós mesmos, ou pelos reitores dos seminários, procurai com cuidado conhecer os jovens que se apresentam como candidatos às fileiras do clero, e se algum deles for de carácter soberbo, repeli-o resolutamente do sacerdócio; e neste ponto oxalá se tivesse sempre agido com a vigilância e fortaleza que era necessária.

Passando das causas morais às que se relacionam com a inteligência, surge primeiro a ignorância. Todos os modernistas que pretendem ser ou parecer doutores na Igreja, exaltando com voz clamorosa a filosofia moderna, e desdenhando a Escolástica, se abraçaram a primeira, iludidos pelos seus ouropéis, devem-no ao ignorarem completamente a segunda, e consequentemente, ao carecerem dos meios convenientes para reconhecerem a confusão das ideias e refutar os sofismas. É POIS DO ESPONSALÍCIO DA FALSA FILOSOFIA COM A FÉ, QUE SURGIU O SEU SISTEMA, REPLETO DE TANTOS E TAMANHOS ERROS.»

 

Circula nos meios tradicionalistas a tese de que o bispo Tissier de Mallerais reconheceria que D.Fellay está tombando no liberalismo e na heresia, mas que se calaria para salvaguardar a unidade da instituição Fraternidade de São Pio X. É muito natural que assim seja, dados os antecedentes das personagens; Autor da biografia de Monsenhor Lefebvre, Tissier de Mallerais terá aprofundado o pensamento e a alma do fundador da Fraternidade, e deduzido com certeza que ele, Monsenhor Lefebvre, jamais toleraria os rumos tomados pela neofraternidade, após a sua partida deste mundo.

A nossa vida na Terra, mesmo plenamente sobrenaturalizada, é tão ínfima comparada com os Bens Celestes, que uma vez na posse da Eternidade, a existência mortal constituirá para nós menos do que uma gota de água no imenso oceano. Infelizmente, muita gente concebe a Eternidade como uma continuação da vida terrestre, segundo idêntica dimensão; mas tal implica um erro descomunal, visto que a Eternidade, enquanto tal, NÃO POSSUI NEM PASSADO, NEM FUTURO, NEM SUCESSÃO ALGUMA, NEM MUTABILIDADE E POTENCIALIDADE ONTOLÓGICA; PARTICIPA FORMALMENTE DA ETERNIDADE DE DEUS. É muito difícil para nós, imersos na mutabilidade e relatividade terrestre, concebermos a Eternidade, mesmo filosòficamente; mas exactamente por isso, SÒMENTE A GRAÇA SANTIFICANTE, BEM COMO AS VIRTUDES TEOLOGAIS E MORAIS, AUXILIADAS PELOS DONS DO ESPÍRITO SANTO, nos podem ministrar SOBRENATURALMENTE, um pouco dessa imensíssima Luz, perante a qual se apagam todos os legítimos bens terrestres.

Neste quadro conceptual, sacrificar, como quer que seja, a integridade da Sacrossanta Fé Católica a um interesse puramente terrestre, configura um crime de apostasia, mesmo que por omissão. Sabemos pelo Catecismo Tradicional, que o Sacramento da Confirmação deve em princípio FAZER DE NÓS SOLDADOS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO – E NÃO CÂES MUDOS! Nosso Senhor disse terminantemente: “QUEM SE ENVERGONHAR DE MIM PERANTE OS HOMENS, TAMBÉM EU, NO ÚLTIMO DIA, ME ENVERGONHAREI DELE, DIANTE DE MEU PAI!

Ora a Fraternidade, QUE FOI DE SÃO PIO X, é uma instituição humana, ainda que, constitutivamente, o seu objectivo fosse a sobrevivência da Fé Católica, na sua Doutrina, no seu Santo Sacrifício da Missa, e nos seus Sacramentos; funções que já não desempenha, visto as suas chefias se encontrarem ao serviço da maçonaria internacional.

Consequentemente, o bispo Tissier de Mallerais subalterniza a integridade salvífica do Sangue adorável de Nosso Senhor Jesus Cristo, com o objectivo de salvaguardar a unidade humana de uma instituição, que como foi referido, NÃO CUMPRE MAIS SUA FUNÇÃO. A ISTO SE CHAMA – TRAIR A CRISTO POR MOR DE PÉSSIMOS HOMENS!

Se para a sobrevivência da Fé Católica tivéssemos de trair a nossa apóstata Pátria, qualquer que ela fosse – NEM DEVERÍAMOS HESITAR.

A maior perfídia, o maior crime de D. Fellay, é denominar como católica uma horrível seita, que constitui actualmente a guarda avançada da maçonaria internacional, sediada no próprio Vaticano.

Existe contudo outro problema de menor magnitude, mas igualmente importante: Como podem agir os sacerdotes da referida Fraternidade, e são muitos, que se encontram totalmente em oposição com a apostasia das chefias, mas que não possuem recursos para sobreviver materialmente fora da instituição em que se encontram? Se puderem passar despercebidos, conquanto não calem, não o seu desacordo subjectivo, MAS A APOSTASIA OBJECTIVA DAS CHEFIAS – TANTO MELHOR; se tal for impossível, então deverão arrostar a inevitável e tirânica expulsão, permanecendo firmes n’Aquele que declarou: “PROCURAI PRIMEIRO O REINO DE DEUS E A SUA JUSTIÇA, E TUDO O RESTO VOS SERÁ DADO POR ACRÉSCIMO.”

  1. Fellay será punido, neste mundo, ou no outro, OU EM AMBOS. Todavia não devemos desejar esse castigo como uma vingança, mas como um acto de Justiça Objectiva.

É extremamente gratificante ter sempre presentes aquelas palavras de Joseph de Maistre (1753-1821): “Nunca devemos opor à revolução, uma outra revolução, ainda que de sinal contrário; devemos, pelo contrário, ser contra todas as revoluções”.

Este aforismo consubstancia um posicionamento verdadeiramente essencialista, por oposição a todos os existencialismos. O essencialismo releva da prioridade Metafísica, Teológica, Histórica e Social, do SER sobre o existir, na exacta medida em que o existir, em todas as suas vertentes, tem que ser absolutamente medido pelo SER. Aqui SER significa um conceito abstracto, extremamente funcional, obtido pela inteligência. Deus É uma Realidade, Concreta e Pessoal, obtida pela razão indutiva, a partir das realidades contingentes, e na base do Princípio da Razão suficiente. Porém, no próprio Deus se pode abstrair o Princípio Metafísico ESSE, o Qual confere a existência às essências das coisas criadas; ou seja, o modo como a Criação, com toda a sua diversificada beleza, É, não existe, É, virtualmente no Deus Santo. A verdade ontológica dos entes contingentes É A SUA MESMA MEDIDA METAFÍSICA E TRANSCENDENTAL, POR DEUS, EM DEUS, COM DEUS, E PARA DEUS.

Nós temos que ser dignos de ter vivido numa época absolutamente única, não só da História da Igreja, como da História Universal; uma época limite, porque institucionalmente privada da tutela da Verdade e do Bem. Cada qual, no seu estado, na sua condição, nas suas possibilidades, tem sempre obrigação de ser soldado de Nosso Senhor Jesus Cristo, não por virtude de um ascendente terreno e humano, mas determinado sòmente por razões objectivas e Sobrenaturais.

MAS COMO ISSO É DIFÍCIL!!!

Os bispos da Fraternidade, nos quais foram depositadas tantas e tão belas esperanças, soçobram vergonhosamente no lodaçal do mundo perverso. Como irão eles proceder agora, perante a adesão de Bergoglio ao “divócio canónico”; adesão, franca, e sem disfarce possível?

Trata-se de verdadeiro divócio, porque até já nem se fala em DECLARAÇÃO DE NULIDADE, MAS DE ANULAÇÃO. Ora a Santa Madre Igreja, no seu Direito Canónico, nunca admitiu o conceito de anulação, isto é: na destruição “Ex tunc” do vínculo conjugal; apenas admitia a declaração DE QUE NUNCA HOUVE MATRIMÓNIO.

Mas mesmo que se continue a falar de “Declaração de nulidade”, a INTENÇÃO, NA REALIDADE, É PLENAMENTE DIVORCISTA; BERGOGLIO POSSUI E DEMONSTRA UM ESPÍRITO TOTALMENTE DIVORCISTA, OU NÃO FOSSE ELE UM ADORADOR CORRUPTO E ATEU DO MUNDO ESCRAVIZADO PELO DIABO.

A seita conciliar arranca completamente qualquer máscara que porventura ainda mantivesse, demonstrando o seu tremendo ódio a Nosso Senhor Jesus Cristo, que é o ódio que a maçonaria nutre e propaga històricamente, em todo o mundo, desde há trezentos anos.

Aproxima-se o centenário de Fátima. Ora, a Mensagem de Fátima constitui o núcleo explicativo do drama que estamos vivendo. O Céu não deixará de facultar um Sinal a todos aqueles que lutam e sofrem pela Santa Madre Igreja. Assim o saibamos acolher!

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 15 de Setembro de 2015

 

 

2 Respostas para “A INTEGRIDADE DA FÉ CATÓLICA E AS VICISSITUDES HUMANAS

  1. Rev Bellwood setembro 19, 2015 às 11:03 am

    2015-09-19 13:02 GMT+02:00 Rev Bellwood :

    Dear Arai, On this Feast of Our Lady of Salette “Réconciliatrice des Pécheurs”, assuring you of my affectionate prayers for you and your family, and friends (even though I remain attached to my “liberal” rosminian principles!). Yours ever in the Immaculate Heart of Mary, Don Roberto.

  2. Pro Roma Mariana setembro 19, 2015 às 2:53 pm

    Grazie don Roberto per il ricordo. Noi rimaniamo attaccati alla nostra Chiesa antiliberale che è quella di Nostra Signora di La Salette e di Fatima e, voglio credere, anche quella in cui il dotto Padre Rosmini ha voluto morire.
    Yours ever in the Immaculate Heart of Mary, Arai

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: