Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

O ANJO DE PORTUGAL NA PROFECIA DE FÁTIMA – II

00_archangel_michael_closeup

 

Arai Daniele

A segunda aparição do Anjo no poço da casa de Lúcia

No verão de 1916, enquanto Lúcia, Francisco e Jacinta estava jogando ao redor do poço da casa de Lúcia, apareceu novamente o mesmo anjo que lhes perguntou:

“Que fazeis? Orai muito! Os Corações Santíssimos de Jesus e Maria têm sobre vós desígnios de misericórdia. Oferecei constantemente, ao Altíssimo, orações e sacrifícios “. Lúcia perguntou então como se deviam sacrificar e o anjo respondeu: “De tudo que puderdes, oferecei a Deus sacrifício, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e súplica pela conversão dos pecadores. Eu sou o Anjo da sua guarda, o Anjo de Portugal. Sobretudo, aceitai e suportai, com submissão, o sofrimento que o Senhor vos enviar”.

Estas palavras imprimiram-se no espírito dos Pastorinhos, como uma luz que fazia compreender quem era Deus: como nos ama e quer ser por nós amado; o valor do sacrifício, e como Lhe era grato; como, em atenção a estes, iria converter pecadores. Assim, a partir daquele momento eles começaram a oferecer ao Senhor tudo o que os mortificava; passavam horas prostrados no chão, repetindo a oração que o Anjo lhes tinha ensinado.

Terceira aparição do Anjo, no Outono de 1916

Para Lúcia, deve ter sido em outubro ou final de setembro, porque não iam mais passar a siesta em casa. Enquanto o rebanho pastava, sempre na mesma colina, Lúcia, Francisco e Jacinta estavam repetindo muitas vezes a oração que o anjo lhes ensinou, quando ele apareceu.

“Como mencionei em meu relato sobre a Jacinta, passamos pela Pregueira (um pequeno olival pertencente a meus pais) para ir à cova passando por Aljustrel e Casa Velha. “Logo que ai chegamos, de joelhos, com os rostos em terra, começamos a repetir a oração do Anjo: Meu Deus! Eu creio, adoro, espero e amo-Vos, etc. Não sei quantas vezes tínhamos repetido esta oração, quando vemos que sobre nós brilha uma luz desconhecida.

“Erguemo-nos para ver o que se passa, e vemos o Anjo, tendo  na mão esquerda um cálice, sobre o qual está suspensa uma Hóstia, da qual caem algumas gotas de sangue dentro do cálice. O Anjo deixa suspenso no ar o cálice ajoelha junto de nós, e faz-nos repetir três vezes:

“Santíssima Trindade, Padre, Filho e Espírito Santo, ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores”

Depois levanta-se, toma em suas mãos o cálice e a Hóstia. Dá-me a Sagrada Hóstia a mim, e o Sangue do cálice dividiu-O pela Jacinta e o Francisco, dizendo, ao mesmo tempo: “Tomai e bebei o Corpo e Sangue de Jesus Cristo, horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos. Reparai os seus crimes e consolai o Vosso Deus”. E prostrando-se de novo em terra, repetiu connosco, outras três vezes, a mesma oração: – Santíssima Trindade… etc. E desapareceu”

“Nós permanecemos na mesma atitude, repetindo sempre as mesmas palavras; e, quando nos erguemos vimos que era noite e, por isso, horas de virmos para casa.

“Impelidos pelo sobrenatural que nos envolvia, imitamos o anjo em tudo, isto é, prostrando-nos como ele fez e repetindo as orações que ele disse. A força da presença de Deus era tão intensa que nos absorvia e quase aniquilava por completo. Parecia privar-nos até do uso dos sentidos do corpo por um longo tempo. Naqueles dias, realizamos ações como que levados por esse mesmo sobrenatural que a isso nos impelia. A paz e a felicidade que sentíamos era grande, mas só íntima, com a alma concentrada em Deus. A fraqueza física que prostrou também foi muito grande.

É importante lembrar que em cada uma das três aparições do Anjo foi mencionado o Sagrado Coração de Jesus e o Coração Imaculado de Maria como corações ligados um ao outro. O Anjo nos lembrou a extrema gravidade do pecado e a necessidade de reparar no amor com a oração, o sacrifício, a oblação da Eucaristia e a comunhão reparadora dos pecados próprios e de todo o mundo.

Pode-se crer que o Anjo da terceira parte da Mensagem profética de Fátima seja o mesmo das aparições precedentes, quando se apresentou em forma diversa. Depois, não podia ser mais o jovem afável visto pelos pastorinhos, mas o arauto de sentenças divinas, que seguem inevitavelmente o desprezo humano pelos avisos divinos, como segue na terceira parte do Segredo de Fátima, conhecido no ano 2000:

A terceira parte do Segredo em forma de visão no texto escrito pela Irmã Lúcia:

“Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fôgo em a mão esquerda, ao centílar, despedia chamas que parecia iam encendiar o mundo, mas apagavam-se com o contacto do brílho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro. O Anjo apontado com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência!

“E vimos numa luz emensa que é Deus.  “algo semelhante a como se vêm as pessoas num espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestído de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Vários outros Bíspos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no címo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fôra de sobreiro com casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas, e meio trémulo com andar vacílante, acabrunhado de dôr e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao címo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cniz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns atrás outros os Bíspos Sacerdotes, religíosos e refigíosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varías classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n’eles recolhiam o sangue dos Martíres e com êle regavam as almas que se aproximavam de Deus.”

Em seguida a esta visão os pastorinhos devem ter levantado os olhos para serem consolados por Nossa Senhora, que disse com bondade e tristeza:

“Por fim o meu Imaculado Coração triunfará. 0 Santo Padre consagrar me á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.”

Esta visão final do Segredo iniciou com as palavras do Anjo:

Era o Anjo com uma espada de fogo. Quem poderia ser senão São Miguel Arcanjo?

Ele fora invocado para a proteção da Igreja muitas vezes. A ele quem o Papa Leão XIII havia invocado no seu exorcismo sobre o maior perigo que poderia pairar então: a ocupação ímpia da Santa Madre Igreja. Esta nos nossos dias tornou-se uma espantosa realidade: a ocupação ímpia da Santa Madre Igreja por clérigos de outra fé.

Se isto ocorre sem grande reação é por causa da «papolatria» de nossos dias, contra este desvio os mesmos papas haviam prevenido deixando bem claro, não só as condições em que o Papa é infalível para o bem da Fé regida pelo Espírito Santo, mas que o conclave que o elege o papa pode errar e até dispensar esta assistência divina. Isto ocorre quando elegem por erro um herege oculto, como foi o caso de João 23, ou em seguida quando elegeram os clérigos que se demonstraram infetados pelos erros e heresias vindos à luz com o Vaticano 2. Nessa ocasião, elaboraram uma pastoral para a qual fizeram bastar a inteligência precária de homens que se sentiam vagamente inspirados e fortemente otimistas. Mas, quem sugeria isso tudo? Não certamente Quem havia ensinado — cuidado que ninguém vos seduza… vigiai e orai.

As proféticas mensagens marianas de Fátima e de La Salette, tratam da decadência dos consagrados. Em La Salette foi digo: “Desgraça aos Príncipes da Igreja. O Vigário de Meu Filho deverá sofrer muito porque por algum tempo a Igreja será abandonada a graves perseguições. Tempo de trevas, a Santa Igreja sofrerá uma crise horrenda. A santa fé em Deus será esquecida, cada indivíduo quererá guiar-se por si mesmo e ser superior aos outros. Roma perderá a fé e tornar-se-á sede do anticristo.

Isto é parte do que foi profetizado em 1846. Para quando? Certamente quando os clérigos ensinassem o otimismo aplicado na defesa da Igreja e na luta contra o mundo. Conta-se que o papa Leão XIII, no dia 13 de outubro de 1884, no fim da Santa Missa, ouviu vozes atrás do altar, uma das quais arrogantemente dizia poder destruir a Igreja em menos de cem anos. E a outra voz, divina, consentiu nessa prova para a Igreja. Foi por essa razão que esse Papa ordenou que no fim das missas, em todo o mundo, se invocasse a proteção de São Miguel Arcanjo. Além disso, preparou um exorcismo para ser usado pelos sacerdotes onde é dito:

“As hostes astuciosíssimas encheram de amargura a Igreja, Esposa Imaculada do Cordeiro, e inebriaram-na com absinto; puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios. Ali onde está constituída a sede do beatíssimo Pedro, a cátedra da verdade para iluminar os povos, ali colocaram o trono da abominação de sua impiedade, para que, ferido o pastor se dispersassem as ovelhas.”

Eis o maior perigo que seria mais claro pouco antes de 1960: a eleição de um modernista filo-mação para o Trono de Pedro, Este teria aberto a Igreja ao mundo, fazendo saber – otimisticamente – que a Igreja não tem inimigos! E os inimigos internos da Esposa Imaculada do Cordeiro de Deus, foi invadida pelos cultores do homem, que serviram-se do ímpio Vaticano 2, com seus executores conciliares, para inaugurar uma «igreja modernista» que embriagou seus clérigos de liberalismo, para difundir a impiedade ecumenista, que perde multidões no mundo inteiro!

Glorioso Príncipe das Milícias celestes, Arcangelo São Miguel, defendei-nos na batalha contra as potências das trevas e a ímpia malícia destas que miram destruir a Igreja.

Uma resposta para “O ANJO DE PORTUGAL NA PROFECIA DE FÁTIMA – II

  1. Jacob janeiro 26, 2016 às 10:21 pm

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: