Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

O ANJO DE PORTUGAL NA PROFECIA DE FÁTIMA – II

00_archangel_michael_closeup

 

Arai Daniele

A segunda aparição do Anjo no poço da casa de Lúcia

No verão de 1916, enquanto Lúcia, Francisco e Jacinta estava jogando ao redor do poço da casa de Lúcia, apareceu novamente o mesmo anjo que lhes perguntou:

“Que fazeis? Orai muito! Os Corações Santíssimos de Jesus e Maria têm sobre vós desígnios de misericórdia. Oferecei constantemente, ao Altíssimo, orações e sacrifícios “. Lúcia perguntou então como se deviam sacrificar e o anjo respondeu: “De tudo que puderdes, oferecei a Deus sacrifício, em ato de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido, e súplica pela conversão dos pecadores. Eu sou o Anjo da sua guarda, o Anjo de Portugal. Sobretudo, aceitai e suportai, com submissão, o sofrimento que o Senhor vos enviar”.

Estas palavras imprimiram-se no espírito dos Pastorinhos, como uma luz que fazia compreender quem era Deus: como nos ama e quer ser por nós amado; o valor do sacrifício, e como Lhe era grato; como, em atenção a estes, iria converter pecadores. Assim, a partir daquele momento eles começaram a oferecer ao Senhor tudo o que os mortificava; passavam horas prostrados no chão, repetindo a oração que o Anjo lhes tinha ensinado.

Terceira aparição do Anjo, no Outono de 1916

Para Lúcia, deve ter sido em outubro ou final de setembro, porque não iam mais passar a siesta em casa. Enquanto o rebanho pastava, sempre na mesma colina, Lúcia, Francisco e Jacinta estavam repetindo muitas vezes a oração que o anjo lhes ensinou, quando ele apareceu.

“Como mencionei em meu relato sobre a Jacinta, passamos pela Pregueira (um pequeno olival pertencente a meus pais) para ir à cova passando por Aljustrel e Casa Velha. “Logo que ai chegamos, de joelhos, com os rostos em terra, começamos a repetir a oração do Anjo: Meu Deus! Eu creio, adoro, espero e amo-Vos, etc. Não sei quantas vezes tínhamos repetido esta oração, quando vemos que sobre nós brilha uma luz desconhecida.

“Erguemo-nos para ver o que se passa, e vemos o Anjo, tendo  na mão esquerda um cálice, sobre o qual está suspensa uma Hóstia, da qual caem algumas gotas de sangue dentro do cálice. O Anjo deixa suspenso no ar o cálice ajoelha junto de nós, e faz-nos repetir três vezes:

“Santíssima Trindade, Padre, Filho e Espírito Santo, ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores”

Depois levanta-se, toma em suas mãos o cálice e a Hóstia. Dá-me a Sagrada Hóstia a mim, e o Sangue do cálice dividiu-O pela Jacinta e o Francisco, dizendo, ao mesmo tempo: “Tomai e bebei o Corpo e Sangue de Jesus Cristo, horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos. Reparai os seus crimes e consolai o Vosso Deus”. E prostrando-se de novo em terra, repetiu connosco, outras três vezes, a mesma oração: – Santíssima Trindade… etc. E desapareceu”

“Nós permanecemos na mesma atitude, repetindo sempre as mesmas palavras; e, quando nos erguemos vimos que era noite e, por isso, horas de virmos para casa.

“Impelidos pelo sobrenatural que nos envolvia, imitamos o anjo em tudo, isto é, prostrando-nos como ele fez e repetindo as orações que ele disse. A força da presença de Deus era tão intensa que nos absorvia e quase aniquilava por completo. Parecia privar-nos até do uso dos sentidos do corpo por um longo tempo. Naqueles dias, realizamos ações como que levados por esse mesmo sobrenatural que a isso nos impelia. A paz e a felicidade que sentíamos era grande, mas só íntima, com a alma concentrada em Deus. A fraqueza física que prostrou também foi muito grande.

É importante lembrar que em cada uma das três aparições do Anjo foi mencionado o Sagrado Coração de Jesus e o Coração Imaculado de Maria como corações ligados um ao outro. O Anjo nos lembrou a extrema gravidade do pecado e a necessidade de reparar no amor com a oração, o sacrifício, a oblação da Eucaristia e a comunhão reparadora dos pecados próprios e de todo o mundo.

Pode-se crer que o Anjo da terceira parte da Mensagem profética de Fátima seja o mesmo das aparições precedentes, quando se apresentou em forma diversa. Depois, não podia ser mais o jovem afável visto pelos pastorinhos, mas o arauto de sentenças divinas, que seguem inevitavelmente o desprezo humano pelos avisos divinos, como segue na terceira parte do Segredo de Fátima, conhecido no ano 2000:

A terceira parte do Segredo em forma de visão no texto escrito pela Irmã Lúcia:

“Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fôgo em a mão esquerda, ao centílar, despedia chamas que parecia iam encendiar o mundo, mas apagavam-se com o contacto do brílho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro. O Anjo apontado com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência!

“E vimos numa luz emensa que é Deus.  “algo semelhante a como se vêm as pessoas num espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestído de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Vários outros Bíspos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no címo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fôra de sobreiro com casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas, e meio trémulo com andar vacílante, acabrunhado de dôr e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao címo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cniz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns atrás outros os Bíspos Sacerdotes, religíosos e refigíosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varías classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n’eles recolhiam o sangue dos Martíres e com êle regavam as almas que se aproximavam de Deus.”

Em seguida a esta visão os pastorinhos devem ter levantado os olhos para serem consolados por Nossa Senhora, que disse com bondade e tristeza:

“Por fim o meu Imaculado Coração triunfará. 0 Santo Padre consagrar me á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.”

Esta visão final do Segredo iniciou com as palavras do Anjo:

Era o Anjo com uma espada de fogo. Quem poderia ser senão São Miguel Arcanjo?

Ele fora invocado para a proteção da Igreja muitas vezes. A ele quem o Papa Leão XIII havia invocado no seu exorcismo sobre o maior perigo que poderia pairar então: a ocupação ímpia da Santa Madre Igreja. Esta nos nossos dias tornou-se uma espantosa realidade: a ocupação ímpia da Santa Madre Igreja por clérigos de outra fé.

Se isto ocorre sem grande reação é por causa da «papolatria» de nossos dias, contra este desvio os mesmos papas haviam prevenido deixando bem claro, não só as condições em que o Papa é infalível para o bem da Fé regida pelo Espírito Santo, mas que o conclave que o elege o papa pode errar e até dispensar esta assistência divina. Isto ocorre quando elegem por erro um herege oculto, como foi o caso de João 23, ou em seguida quando elegeram os clérigos que se demonstraram infetados pelos erros e heresias vindos à luz com o Vaticano 2. Nessa ocasião, elaboraram uma pastoral para a qual fizeram bastar a inteligência precária de homens que se sentiam vagamente inspirados e fortemente otimistas. Mas, quem sugeria isso tudo? Não certamente Quem havia ensinado — cuidado que ninguém vos seduza… vigiai e orai.

As proféticas mensagens marianas de Fátima e de La Salette, tratam da decadência dos consagrados. Em La Salette foi digo: “Desgraça aos Príncipes da Igreja. O Vigário de Meu Filho deverá sofrer muito porque por algum tempo a Igreja será abandonada a graves perseguições. Tempo de trevas, a Santa Igreja sofrerá uma crise horrenda. A santa fé em Deus será esquecida, cada indivíduo quererá guiar-se por si mesmo e ser superior aos outros. Roma perderá a fé e tornar-se-á sede do anticristo.

Isto é parte do que foi profetizado em 1846. Para quando? Certamente quando os clérigos ensinassem o otimismo aplicado na defesa da Igreja e na luta contra o mundo. Conta-se que o papa Leão XIII, no dia 13 de outubro de 1884, no fim da Santa Missa, ouviu vozes atrás do altar, uma das quais arrogantemente dizia poder destruir a Igreja em menos de cem anos. E a outra voz, divina, consentiu nessa prova para a Igreja. Foi por essa razão que esse Papa ordenou que no fim das missas, em todo o mundo, se invocasse a proteção de São Miguel Arcanjo. Além disso, preparou um exorcismo para ser usado pelos sacerdotes onde é dito:

“As hostes astuciosíssimas encheram de amargura a Igreja, Esposa Imaculada do Cordeiro, e inebriaram-na com absinto; puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios. Ali onde está constituída a sede do beatíssimo Pedro, a cátedra da verdade para iluminar os povos, ali colocaram o trono da abominação de sua impiedade, para que, ferido o pastor se dispersassem as ovelhas.”

Eis o maior perigo que seria mais claro pouco antes de 1960: a eleição de um modernista filo-mação para o Trono de Pedro, Este teria aberto a Igreja ao mundo, fazendo saber – otimisticamente – que a Igreja não tem inimigos! E os inimigos internos da Esposa Imaculada do Cordeiro de Deus, foi invadida pelos cultores do homem, que serviram-se do ímpio Vaticano 2, com seus executores conciliares, para inaugurar uma «igreja modernista» que embriagou seus clérigos de liberalismo, para difundir a impiedade ecumenista, que perde multidões no mundo inteiro!

Glorioso Príncipe das Milícias celestes, Arcangelo São Miguel, defendei-nos na batalha contra as potências das trevas e a ímpia malícia destas que miram destruir a Igreja.

Anúncios

Uma resposta para “O ANJO DE PORTUGAL NA PROFECIA DE FÁTIMA – II

  1. Jacob janeiro 26, 2016 às 10:21 pm

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Novus Ordo Watch

Fátima e a Paixão da Igreja

Blondet & Friends

Il meglio di Maurizio Blondet unito alle sue raccomandazioni di lettura

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

FORO CATÓLICO

Unidad en la Verdad

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: