Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

A HERESIA DE UMA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ACÉFALA

cabeças cortadas

 

 

 

Nunca antes na história da Igreja houve tantos massacres de cristãos, de que pouco se fala nesta letal era conciliar. São mais de 150 mil cada ano. Pode esta indiferença ser estranha ao massacre espiritual a partir de Roma? Não é claro que esta perdeu a Fé e a cabeça tornando-se sede de anticristos.

  • O autor do artigo que segue é o Dr. Homero Johas, do Rio. Trabalhamos juntos no passado, de modo geral em concordância com o que segue. O que nos dividiu foi o fato dele querer ignorar que se trata de um dever aplicado antes aos clérigos, que antes devem convencer-se, mesmo por instância de leigos, mesmo isolados, mas para testemunho universal, como tudo na Igreja. Assim, suas iniciativas não foram as minhas, nem resolveram nada.
  • No artigo só acrescentamos; “Coetus Catholicorum Fidelium”, que é onde se cultiva a visão da eleição essencialmente Católica da suprema Autoridade. A grande dispersão sobre esse mesmo dever torna-o inexequível no presente, porque só a união neste mesmo santo propósito, cada um em sua função de fiél da Igreja, é que pode merecer o agrado e a graça de Nosso Senhor.

 *   *   *

A HERESIA DA ACEFALIA DA SEDE DE PEDRO

  1. A acefalia da Sede de Pedro e o dever de extingui-la são duas necessidades dos verdadeiros fiéis; necessidades de fé, de meio de salvação “sine qua non” e necessidade de preceito, “gravíssimo”, condição “sine qua non” de salvação.

O dever de agir aí é unido ao dever de crer, e, para a salvação, não basta o dever de crer, sem cumprir o mandamento fundado no Direito divino e reiterado pelo Magistério universal da Sede de Pedro.

Aí não se admite a escusa de impossibilidade de cumprir o mandamento gravíssimo, pois, ensina o próprio mandamento do Concílio de Trento que Deus “não manda coisas impossíveis”.

Aquilo que sem a graça de Deus, parece impossível, com ela, torna-se possível. Deus não falta com a sua graça. O contrário é coisa da heresia de Lutero e de Jansênio.

  1. Donde sem a fé nos “perpétuos Sucessores” de Pedro, dogma definido pelo Concílio Vaticano I, ninguém se salva.

Donde quem não professar tal dogma de fé, está, “ipso facto”, fora da Igreja, condenado à perdição eterna.

“Quem não crer já está condenado”.

Isso é o meio de salvação, de necessidade absoluta; não é uma opinião humana de um bispo, ou de um leigo.

Parece que muitos não se deram conta de que se trata de verdade de fé.

  1. Por outro lado o “dever gravíssimo de agir”, afirmado por São Pio X, ligado ao dogma de fé; não tem escusas.

Se na ordem natural fosse impossível, ou na ordem sobrenatural, com o auxilio da graça de Deus, é plenamente possível.

Durante 2.000 anos de Tradição sempre foi possível.

Tal impossibilidade é palavra de heréticos.

O fundamento visível da unidade da Igreja é de necessidade absoluta para a existência da própria Igreja.

“Sem a Cabeça o povo se dispersa” diz a Revelação (Prov. 11,14).

O poder sacerdotal de Ordens, diz Santo Tomás, é de necessidade absoluta para a ordem social da Igreja; assim como o Batismo ó é para a salvação individual, e a Penitencia o é para quem pecou.

Donde, assim como não querendo receber o Batismo, de água ou de desejo, ninguém se salva; assim também alguém, sabendo que a Cabeça visível é de necessidade absoluta, de Direito divino, para a existência da Igreja una, e, não querendo eleger, ninguém se salva.

Estamos em questão de fé e em questão de condição necessária de observância dos mandamentos de Deus e da Igreja; coisas sem as quais não existe salvação.

A barca de Pedro é similar à barca de Noé; quem nela não entrar não se salva; perecerá.

Cristo ensinou que o fim dos tempos serão como os de Noé e de Lot; poucos se salvaram, poucos se salvarão.

  1. Não adiante a opinião particular de um, interpretando a Revelação divina contra o sentido perene da Igreja.

Ninguém pode erguer outra interpretação conta o Magistério perene, erguendo o “juízo próprio” do herético (Tit. 3,10-11) contra o da Igreja.

Se Cristo disse: “Esta é a vossa hora e o poder das trevas”, ele não subordinou a “sua Igreja” ao poder das portas do Inferno, ao poder das trevas.

Pelo contrário, negou que o poder das trevas prevalecesse sobre a Igreja, fundada sobre a pedra de Pedro, que estará firme até o fim dos tempos.

E promessa de Cristo.

Ele transladou os seus filhos de adoção do reino do poder das trevas, para o reino dos filhos da luz.

Donde “seja qual for a grandeza c o número dos inimigos da Igreja, visíveis e invisíveis, estando construída sobre Pedro, a Igreja não sucumbirá em seus dogmas de fé e em seus mandamentos” (Leão XIII)

A fé é o fundamento firme e único da Igreja.

Fora dele não existe salvação: é dogma de fé.

Falsos profetas não devem ser ouvidos.

E necessário perseverar na mesma fé e não ouvir a este, ou àquele, com opinião oposta à da Sede de Pedro.

  1. Donde não se ouve a opinião de um bispo dizendo que: “a Igreja foi levada para o deserto” e que, por isso, “não haverá mais papa”.

Ou que é necessário “o consenso” dos homens, como se .1 autoridade divina estivesse subordinada a um acordo humano de vontades.

Ou não se ouve a um sacerdote que diz que não elegemos um papa:, “porque nós estamos divididos”, como se a autoridade divina estivesse subordinada à união das vontades humanas, e não, ao contrário, a união das vontades humanas subordinada à autoridade divina.

  1. Ou à opinião de um leigo que diz que eleição de Cabeça visível da Igreja não é coisa de “valor absoluto”, como se a autoridade divina, expressa na norma de fé e no mandamento de Deus e da Igreja, não fosse de necessidade de meio de salvação.

A salvação estará perdida sem o meio único necessário para atingir a esse fim. Para todos, atingir ao fim último do homem, fixado por Deus, é coisa de valor absoluto; não uma opinião humana oposta.

  1. Nem se ouve a um leigo que diz sobre a duração da vacância: “maior ou menor duração não muda a espécie da vacância”.

Como se a espécie e individualidade da Igreja se fundasse na espécie da vacância, que é mera privação da forma devida da Igreja, por Direito divino, isto é: ter uma Cabeça visível, um fundamento viável, em torno do qual todos os que queiram se salvar necessitam se reunir e com o qual necessitam ter unidade de fé de comunhão. A cabeça visível é o centro dessa comunhão dos membros do Corpo conexo e compacto que é a Igreja.

Não a vacância que deve ser extinta.

  1. Donde é necessário que todos os que querem se salvar e ser fiéis .1 Igreja de Cristo, se reúnam em torno do “Coetus Catholicorum Fidelium” fundado na li universal, comum a todos, clérigos e leigos, sem nada mudar, acrescentar. “ii diminuir do que foi recebido de Tradição durante os dois milênios de l”,u’ja. F, norma universal da Igreja.

Somos poucos «nino a Tradição divina nos avisou que seriamos; mas somos aqueles que estamos com a barca de Pedro e com a barca de Noé, e como nos dias de Lot.

“Quem não está comigo está contra mim”.

“Quem não se reúne comigo dispersa”.

“Quem perseverar até o fim será salvo”.

São palavras divinas.

Esperamos que os que leram este apelo, se apressem a se reunirem neste “Coetus Catholicorum Fidelium”, que quer ser fiel na observância quer do “dever de crer”, quer do “dever de agir”.

Entrem na barca de Pedro, fora da qual não existe salvação.

Os que não entrarem irão para as “chamas eternas”, não para a “vida eíema”.

São palavras do Magistério perene e infalível da Sede de Pedro.

2 Respostas para “A HERESIA DE UMA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ACÉFALA

  1. Alberto Cabral fevereiro 9, 2016 às 5:48 pm

    A própria divisão dos tradicionalistas – e os chefes da fraternidade QUE FOI DE SÃO PIO X são liberais apóstatas e não tradicionalistas – é consequência E CASTIGO da ausência de Papa e PRESENÇA do falso papa anti-Cristo.
    Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral Lisboa

    • Pro Roma Mariana fevereiro 10, 2016 às 9:10 am

      E faz parte desse tremendo castigo a indiferença diante dessa ausência, pela qual o clero e o povo ainda católico não reza, não faz sacrifícios e não pede Santas Missas a fim de que Nosso Senhor tenha piedade de nós e suscite um Papa católico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: