Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

O FRANCISCANISMO BERGOGLIANO É UMA HEDIONDA HIPOCRISIA

franciscanismo bergogliao

 

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Escutemos o Papa Leão XIII, em passagens da sua encíclica “Auspicato Concessum,”comemorando o sétimo aniversário do nascimento de São Francisco de Assis, promulgada a 17 de Setembro de 1882:

«Jesus Cristo, Redentor do Género Humano, constituia Fonte perene e perpétua de todos os Bens que nos derivam da Misericórdia Divina; Ele próprio, que uma vez salvou a Humanidade, continua a salvá-la em todos os séculos: “Pois não há, debaixo dos Céus, outro Nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos” (Act 4,12).  E se por causa da fraqueza natural e da culpa, o Género Humano vier novamente a cair tão baixo que precise de uma mão vigorosa que o levante, não poderá fazer outra coisa senão recorrer à ajuda de Nosso Senhor Jesus Cristo, na certeza absoluta de que não seria possível encontrar ajuda mais válida e confiável. Pois Seu Poder Divino é tão amplo e forte que é suficiente para afastar todo o perigo e sarar todo o mal. E o remédio virá seguramente desde que a família humana seja reconduzida a professar a Sabedoria Cristã e a observar os preceitos do Evangelho. NAS SITUAÇÕES DE MALES EXTREMOS, A PROVIDÊNCIA DIVINA, ORDINÀRIAMENTE, SUSCITA UM HOMEM, NÃO IGUAL AOS OUTROS, MAS SUMO E EXTRAORDINÁRIO, E LHE CONFIA A TAREFA DE RESTITUIR A SALVAÇÃO À SOCIEDADE. Ora foi isso o que aconteceu ao findar o século XII,  quando Francisco foi escolhido para a grande obra de restauração. (…)

Com efeito, como o Padre Domingos de Gusmão, naqueles mesmos tempos, defendia corajosamente a integridade da Doutrina Católica, e com a Luz da Revelação dissipava os falsos dogmas da heresia; Francisco, secundando o impulso da Graça que o levava a grandes empreendimentos, conseguiu despertar nos cristãos o amor da virtude e chamar de volta à imitação de Cristo homens transviados há muito tempo.

Juntamente com o amor à Cruz, entrou-lhe no coração a mais viva e ardente Caridade, que o levou a querer difundir o Reino de Jesus Cristo sobre a Terra; e a expor-se também, por esse motivo, ao perigo evidente de vida. Ele estendeu essa Caridade a todos os homens, mas os seus preferidos eram os mais miseráveis e esquálidos, de modo tal, que demonstrava deleitar-se sobretudo naqueles deserdados que o mundo soberbo olhava arrepiado. Ao agir assim, foi grandemente benemérito da fraternidade entre os homens, restabelecida e aperfeiçoada por Jesus Cristo, que reuniu o Género Humano numa só família, CONSTITUÍDA SOB O PODER DE UM SÓ DEUS, E PAI DE TODOS.»

 

O Magistério da Santa Madre Igreja sempre ensinou que qualquer verdadeira ascese é impossível sem a Fé, a Esperança e a Caridade Sobrenatural; pode haver actos de heroísmo sem as Virtudes Teologais e Morais Sobrenaturais, isto é, apenas com verdadeiras virtudes naturais; mas não uma vida diuturnamente pautada, formal e integralmente, pela virtude. O celibato sustentado por longo tempo, em particular, É IMPOSSÍVEL, PARA UM HOMEM NORMAL, FUNDAMENTADO APENAS EM VIRTUDES NATURAIS. E se a Santa Mãe Igreja cultivou sempre amorosamente o celibato não foi por considerar o matrimónio um mal menor (o que é heresia) mas sim para que os seus filhos sacerdotes se pudessem dedicar com mais ardor, com mais santidade, às coisas de Deus, bem como às almas que lhes estão confiadas. Aliás, os caminhos da santidade são também possíveis no matrimónio, se os esposos forem AMBOS muito perfeitos, MAS TAL NUNCA SERÁ O MAIS FREQUENTE.

Anàlogamente, quando Nosso Senhor declarou: “Que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus” (Mc 10,23-25); não quis condenar os bens terrenos e a sua posse, mas basilarmente ensinar que, depois do pecado original, os homens possuem muito maior propensão para o mal do que para o bem, e em consequência desta miséria moral SÃO INCAPAZES DE GOVERNAR SOBRENATURALMENTE OS BENS CRIADOS. Efectivamente, a experiência demonstra que as riquezas corrompem a alma humana, operando com uma droga, criando adicção, anestesiando para as necessidades do próximo, e desmoralizando homens e mulheres. Como foi dito, O MAL NÃO RESIDE NAS RIQUEZAS EM SI MESMAS, O MAL É EXCLUSIVAMENTE MORAL. Assinale-se ainda que: É impossível, apenas na base das virtudes naturais, permanecer pobre, sem que a própria natureza se revolte, àsperamente, contra essa sua condição. E mais ainda: Se uma ocasião favorável surgir, essa mesma pessoa, baseada sòmente nas virtudes naturais, não resistirá à tentação de apoderar-se do alheio para tentar modificar a sua condição, a menos que um temor puramente servil do castigo a retenha. Exemplos, infelizmente, não faltam.

Neste quadro conceptual, o franciscanismo bergogliano é uma monstruosa fraude, uma farsa sem nome, um escárnio de bradar aos Céus.

Quando não existe temor Sobrenatural a Deus, TODAS AS CONCUPISCÊNCIAS SE INFLAMAM IMEDIATAMENTE EM BUSCA DA SOBERBA DE VIDA. NÃO HÁ, NEM PODE HAVER, FRANCISCANISMO NO ATEÍSMO, OU NO AGNOSTICISMO.

Mas então o comunismo não constitui um exemplo de franciscanismo ateu?

Não, e não porque o comunismo, na prática, nunca se realizou, nem pode realizar. Mesmo que a teoria marxista possa ter sido concebida com alguma seriedade estritamente humana e natural, o próprio Marx poderá ter sido o primeiro a duvidar da exequibilidade do sistema que projectara. Na realidade, o marxismo possui correspondência com a Fé Católica, MAS EM NEGATIVO INFERNAL. O marxismo procura integrar todos os dados da existência proporcionando-lhes uma solução eminentemente cultural e totalizante, A QUAL SUPERARIA O ATEÍSMO, NO DIA EM QUE OS HOMENS NÃO POSSUÍSSEM MAIS, NEM MESMO O CONCEITO DE DEUS, PELA RESOLUÇÃO “ESCATOLÓGICA”DAS CONTRADIÇÕES DA  EXISTÊNCIA HUMANA. O hegelianismo, e depois o marxismo, procuraram sarar a cisão e atomização progressivas do ser e da inteligência operada pelo Renascimento e pela Reforma; FALTAVA-LHES PORÉM A RAZÃO DIVINA, O CONHECIMENTO DO PECADO ORIGINAL, E DA AMARÍSSIMA CONDIÇÃO DESTA HUMANIDADE COMO OCEANO NEGRO DE PECADOS. Evidentemente que o comunismo, aqui considerado como sociedade rigorosamente igualitária, jamais poderia funcionar na prática; o que se verificou foi o surgimento de novas formas de escravização do homem pelo homem, e a erecção de um estado monstruoso, absorvendo os corpos e as almas das pessoas. E as desigualdades continuaram, como hão-de sempre continuar, porque constituem parte integrante da condição humana; mais ainda: Mesmo sem pecado original, uma determinada desigualdade teria de existir sempre, pois tal se insere na definição do homem como animal racional. Como disse Nosso Senhor:”Pobres sempre os tereis convosco, mas a Mim sem sempre Me tereis”(Mt 26,11).

É ÓBVIO QUE BERGOGLIO É COMUNISTA! SÓ QUEM QUER SER CEGO NÃO VÊ. O SEU FRANCISCANISMO É UTILIZADO PARA DISFARÇAR O SEU COMUNISMO. São Francisco nunca foi, nem podia ter sido comunista, pois com dissemos procurou que os homens governassem, rectamente, sobrenaturalmente, os bens criados, o que implica a existência de classes sociais, de ricos e pobres, e da Caridade Sobrenatural a todos unindo num vínculo moral indissolúvel. É certo que São Francisco caiu em certos erros próprios dos principiantes, confundindo voto do pobreza com voto de miséria. Foi o Cardeal Hugolino, mais tarde Papa Gregório IX, que rectificou em São Francisco essas erradas concepções. Mais tarde os Papas tiveram que lutar contra os denominados fratricelos, que já não eram apenas principiantes, mas hereges, pois proibiam inclusive o usufruto de casas e a acumulação de víveres. O Papa João XXII, pela bula “Sancta Romana”, de 30 de Dezembro de 1317, obrigou todos os franciscanos a assumirem a propriedade colectiva das suas próprias casas e outros cómodos. TODOS OS PRINCIPIANTES, INCLUINDO OS SANTOS, TÊM SEMPRE A TENDÊNCIA EM IDENTIFICAR O EXTREMO FORMAL DE UMA VIRTUDE COM O SEU EXTREMO MATERIAL; IGNORANDO QUE A VIDA MORAL SOBRENATURAL CONSTITUI UMA FORMA SUBSTANCIAL EM QUE EXISTE NECESSÁRIA PROPORÇÃO TRANSCENDENTAL ENTRE A MATÉRIA (a acção material) E A FORMA (a intenção formal).

Dizíamos que Bergoglio é comunista, e que portanto ele e seus amigos, toda a seita anti-Cristo, está totalmente sepultada na mais desenfreada concupiscência, a qual é alimentada pelo ouro das instituições que de Direito pertencem à face humana do Corpo Místico, E QUE SENDO POSITIVAMENTE ROUBADO PELA MAÇONARIA INTERNACIONAL, AJUDA A SUSTENTAR A SODOMIA E A VIDA LUXUOSA DOS FALSOS PADRES E FALSOS RELIGIOSOS DA FALSA IGREJA CONCILIAR. A MANUTENÇÃO DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA PELA MAÇONARIA INTERNACIONAL, É UM TORPE, UM ASQUEROSO, EXEMPLO DO QUE ACABO DE EXPLANAR.

Não há, não pode haver, verdadeira ascese fora da Graça Santificante, fora das Virtudes Sobrenaturais, Teologais e Morais. Podem existir arremedos, hipocrisias, mentiras, como sempre houve, mesmo entre eclesiásticos, e a pior forma de hipocrisia é a eclesiástica.

Só Nosso Senhor Jesus Cristo constitui o Caminho, a Verdade e a Vida; sòmente n’Ele são destruídas todas as simulações humanas, todas as falsas virtudes, todo o fariseísmo. Não esquecer que Nosso Senhor colocou os fariseus abaixo das prostitutas.

Toda a seita conciliar está condenada ao mais profundo dos Infernos, até mais profundo do que o de Judas Iscariotes, porque este, ao trair o Senhor, não possuía, nem podia possuir, a perspetiva e o Património Teológico e Moral de quase vinte séculos de Doutrina e de Magistério.

Agradeçamos a Deus o vivermos numa época, em que mais do que qualquer outra nestes vinte séculos, somos chamados a dar o supremo testemunho de Nosso Senhor Jesus Cristo, e dos bens infinitamente preciosos da Sua Graça Redentora.

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Lisboa, 9 de Agosto de 2016

Alberto Carlos Rosa Ferreira das Neves Cabral

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: