Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

3ºs e 4ºs SEGREDOS DE FÁTIMA, no ideário de Átila Sinque e outros

Arai Daniele

Quem acompanha os artigos deste blog sabe que eu aceito a terceira parte do «Segredo de Fátima», publicada em 2000 pelo Vaticano, porque vejo sua relação com a História da Igreja. Vejam-se os links onde, em diversas línguas, testemunho que o que foi publicado é autêntico e compreensível.

Para isto, respondo aos seus objetores, como seja o conhecido escritor italiano Antonio Socci, com argumentos que se depreendem da mesma história de Fátima e da posição da Irmã Lúcia. No caso de Socci, trata-se de um devoto de Medjugorge que chega tardiamente na questão de Fátima. Mas como todo jornalista pensa descobrir e desvendar logo tudo. Sim, mas ao gosto do público que procura o sensacional.

O caso do Átila Sinke Guimarães é diferente, mas não tanto, pois ele segue Fátima desde há muito. Mas sendo ligado à TFP, também fala do «3º Segredo» com a marcha à ré engatada. Quero dizer com isto que ele parte da concepção fixa deles sobre a situação atual da Igreja para chegar, retrocedendo com a marcha à ré, a conformar o texto àquela concepção preconcebida.

Ora, esta atitude parece geral hoje e pode-se, concluir, diriam, ser também a minha, pois vejo na visão profética do «Segredo» uma «liquidação», por longo tempo, do mesmo Papado, como tenho escrito. O fato é, porém, que esta visão é  simbólica, mas «frontal», pois segue o que a vidente Lúcia viu e descreveu: “… um Bispo vestido de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre” … chegado ao cimo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n’eles recolhiam o sangue dos Martires e com ele regavam as almas que se aproximavam de Deus.”

A longa lista de consagrados e fiéis que morrem com o Santo Padre e terminam mártires, o que podem virtualmente representar senão a Igreja fiel e militante «sacrificada» na fidelidade ao Papado? Não é talvez verdade que a partir de João 23 muitos fiéis, dos mais ortodoxos e santos foram excluídos, silenciados e banidos de suas posições e igrejas?

Recentemente estive com um desses destemidos sacerdotes, expulso de sua paróquia por causa de sua fidelidade à Santa Missa tradicional. Quando lhe disse se não se reconhecia no séquito do Papa do 3º Segredo que foi liquidado, e cuja visão seria mais clara em 1960, ele ficou meditativo e depois disse – parece a figura disso mesmo. Pensemos no drama do Padre Pio e de tantos outros. Pode-se duvidar que essa visão seja conforme à história recente da Igreja, mais clara em 1960, quando a resistência dos Papas e de Pio XII ao modernismo, liberalismo e comunismo foram aos poucos suspensas e invertidas?

Segredos antes e após o ano 2000

É conhecido o livro do padre Joaquím Alonso, o arquivista dos documentos de Fátima, que tratou desse assunto. Ele disserta no livro «Fatima ante La Esfinge» sobre a estreita ligação de Fátima com a Rússia e a sua revolução comunista e na 2ª parte sobre o compromisso da Mensagem com essa conversão, que naturalmente depende da Igreja.

De modo que ele invoca o Magistério para relacionar o seu papado e hierarquia a essa ação. Mas como padre hodierno sua conclusão sobre o rumo assumido por João 23 e Paulo 6 é tíbia:

“No podemos entrar en las intenciones ni de las varias interpretaciones del marxismo, ni de los varios socialismos, ni de los muchos revisionismos; en particular el que nos ofrece clamorosamente el «Eurocomunismo». Solo nos parece evidente que si al comunismo le despojamos de su materialismo histórico y de su ateísmo fundamental científico; si, además, le suponemos que cambia absolutamente de táctica y de praxis, respetando el principal de los derechos humanos, el de religión, entonces deja de ser el comunismo histórico, para ser «otra» cosa. Esa «otra» cosa ya no interesa al Mensaje de Fátima, a no ser como fenómeno pródromo de conversión. El escándalo, pues, del duplicado «Fátima-Rusia», no es distinto del escándalo «Fe cristiana-Comunismo materialista y ateo». Nuestro libro ha querido ser una prueba tangible de todo ello. Y, si este libro callara, gritarían las piedras…

É uma realidade que todos aqueles bispos e padres que resistiam às infiltrações do comunismo na Igreja foram sendo aos poucos «liquidados». Nos meus livros falo do caso do P. Riccardo Lombardi, como exemplo típico do «profeta de desgraças», classe perseguida por João 23.

O Padre Alonso foi estudioso de Fátima mal visto pela nova igreja pois já havia comentado sobre o «segredo»: «“Em Portugal, o dogma da Fé será sempre preservado”: Esta frase mostra claramente a implicação pela qual a Fé encontra-se em condições críticas em outras nações.»

No seu livro, publicado em inglês, «The Secret of Fatima: Fact and Legend», P. Alonso trata dos falsos segredos de seus tempos a começar por aquele que ai eu trato por «Segredo de Fulda». Ele foi difundido como sendo válido, até com o apoio do cardeal Ottaviani (vejam-se os meus https://promariana.wordpress.com/2013/11/17/o-meio-testemunho-ottaviani-villa-sobre-o-terceiro-segredo-de-fatima/). Ora, o Cardeal conhecia o verdadeiro «Terceiro Segredo», dai a pergunta: o que ele pretendia esconder então? Não foi ele mesmo que divulgou a afirmação da Irmã Lúcia, de que o Segredo seria mais claro em 1960? O que devia ocultar então, senão a sinistra eleição maçônica do modernista Roncalli, a qual ele contribuiu como útil idiota?

Mas documentei, também, que Karol Wojtyla, João Paulo 2º, em Fulda na Alemanha, recorreu ao tal falso segredo para despistar da visão de uma «liquidação» do Papa católico.

Revelar que o mundo vai ser abalado por um tsunami colossal é mais útil do que dizer a verdade que vive a Igreja católica com eles, os «papas conciliares», que até forçaram a consciência da vidente Lúcia para encampar a Profecia de Nossa Senhora de Fátima para um culto pessoal!

Agora vamos ver os «segredos» que foram aparecendo depois do ano 2000.

Chamaram-no o «Quarto Segredo de Fátima»

Tudo partiu da reação de conservadores e tradicionalistas, insatisfeitos com o «Segredo» publicado pelo Vaticano de João Paulo 2º em 2000, dizendo: – não pode ser verdadeiro porque nós não o entendemos e esperamos as palavras explicativas de Nossa Senhora  para explicar a visão!

Assim começaram as deduções que nomeei acima como feitas em marcha à ré. Esta baseia-se no sofisma: – não compreendo, logo não é verdadeiro! De fato muitos não compreendem, ou não querem compreender a situação atual da Cristandade e da Igreja ligada ao «Segredo». Qual o resultado disto? Primeiro negam o Segredo publicado por inteiro. Veja-se o Rv. Gruner e seus sócios. Depois, perceberam que assim chamam João Paulo 2º e a sua equipe romana de falsários, que forjam uma Mensagem mariana para enganar a todos os crentes. E mudaram a versão; tratava-se apenas de acusar que omitiram a «parte principal»!

Considere-se a parvoíce ululante desse raciocínio que passa por análise séria; a visão descrita do simbólico massacre dantesco de todo um mundo católico, do Papa às senhoras fiéis, mas seria um detalhe; o «grosso» da história estaria ainda por revelar! Qual evento deveria então superar o descrito? Uma hórrida invasão assassina de marcianos?

Outros «analistas» são mais discretos, dizem: só faltam as palavras elucidativas de Nossa Senhora! Na verdade estas palavras são as do fim do Segredo: «Por fim…». Resta, porém um problema, discutido pelos especialistas e que tentei explicar sobre a frase final do dogma da fé sempre preservado em Portugal. Esta frase só pode ter sido colocada pela Irmã na posição absurda em que se encontrou, no fim do texto, de propósito, porque ela não queria dar nenhuma deixa que ajudasse a melhor compreender o que viria a ser o Segredo revelado.

É claro que a posição da frase sobre a fé em Portugal não pode ser no fim, mas no início da visão. De fato segue a ela uma vírgula e após um etc. não ditados por Nossa Senhora, mas acrescentados por Lúcia que, redigindo o texto da 3ª Memória, ainda duvidava se podia ou não revelar essa frase sobre a fé. Superada a dúvida, meses após, inseriu-a no fim da 4ª memória.

Surge agora um badalado «novo 3º segredo» publicado pela TIA

De fato, publicou-se até um livro em espanhol: ¿El secreto mejor guardado de Fátima? De José María Zavala “presenta en su nuevo libro una documentada investigación que, según el autor, pone de manifiesto que la tercera de las revelaciones no fue dada a conocer en su totalidad en el año 2000.” Leer más:  ¿El secreto mejor guardado de Fátima?  http://www.larazon.es/cultura/el-secreto-mejor-guardado-de-fatima-jb14739440?sky=Sky-Mayo-2017#Ttt1M8Mgciv41KxU

Vejamos o texto autêntico e depois esse texto publicado pela TIA em 2010, que visa «esclarecer» o de 2000 e superá-lo:

“Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fôgo em a mão esquerda, ao centilar, despedia chamas que parecia iam encendiar o mundo, mas apagavam-se com o contacto do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro: O Anjo apontado com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência!

E vimos numa luz emensa que é Deus: “algo semelhante a como se vem as pessoas n’um espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestido de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Varios outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no simo da qual estava uma grande cruz de troncos toscos como se fôra de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar ai, atravessou uma grande cidade meia em ruinas e meio trémulo com andar vacilante, acabrunhado de dôr e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao cimo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n’eles recolhiam o sangue dos Martires e com ele regavam as almas que se aproximavam de Deus.

Tuy (Espanha), 3-1-1944

O outro, que nomearemos «da TIA», está numa copia de proveniência obscura, que não passou nessa prova de origem, mas passou por um exame grafológico, surpreendentemente considerado, não indício mas prova final da autenticidade dessa cópia sem origem. Vamos ler a sua versão:

  • «Tuy 1 de setembro de 1944 ou 1 de abril de 1944 JMJ
  • Agora vou revelar o terceiro fragmento do segredo: Esta parte é a apostasia na Igreja! Nossa Senhora mostrou-nos uma vista do um indivíduo que eu descrevo como o ‘santo Padre’, em frente de uma multidão que estava louvando-o.
  • Mas havia uma diferenca com um verdadeiro santo Padre, o olhar do demonio, este tinha o olhar do mal. Então depois de alguns momentos vimos o mesmo Papa entrando a uma Igreja, mas esta Igreja era a Igreja do inferno, não há modo para descrever a fealdade d’ésse lugar, parecia uma fortaleza feita de cimento cinzento com ángulos quebrados e janelas semelhantes a olhos, tinha um bico no telhado do edificio.
  • Em seguida levantamos a vista para Nossa Senhora que nos disse Vistes a apostasia na Igreja, esta carta pode ser aberta por O santo Padrre, mas deve ser anunciada depois de Pio XII e antes de 1960. No reinado de Juan Pablo II a pedra angular da tumba de Pedro deve ser removida e transferida para Fatima. Porque o dogma da fé não é conservado em Roma, sua autoridade será removida e entregada a Fatima. A catedral de Roma deve ser destruida e uma nova construida em Fatima. Se 69 semanas depois de que esta ordem é anunciada Roma continua sua abominação, a cidade será destruida. Nossa Senhora disse-nos que ésto está escrito, Daniel 9, 24-25 e Mateus 21, 42-44»

O texto parece elaborado com a mentalidade americana para satisfazer questões pendentes, a saber: – As possíveis palavras de Nossa Senhora segundo o que uma maioria pensa que deveria ser descrito pois corresponde à realidade da apostasia geral; – descrição crítica da atual igreja conciliar, desde o olhar demoníaco de seu papa até a sua nova arquitetura; a Sede romana exautorada a favor de Fátima, devido à perda da Fé no “reinado de Juan Pablo II”.

Ora, a expressão que seria dita por Nossa Senhora: no «reinado de Juan Pablo II», faz entender que este vem na continuação de pontificados vistos passivamente pelo Alto e aceitos como normais e legítimos todo esse tempo! Antes, o 2º segredo havia revelado a guerra que começaria «no reinado de Pio XI». Agora, se chegou ao de Juan Pablo II, que passa pelo de Juan Pablo I, que foi «liquidado» em 33 dias. Mas não há palavra dessa «profecia» sobre ele.

Ora, aqui, pode-se salientar o fato que o grupo da CRC do Abbé de Nantes e que foi de frère Michel de la Sainte Trinité, isto é dos que mais se ocupam de «Toute la Vérité sur Fatima», vê João Paulo Iº como a grande vítima do «Terceiro Segredo». Sobre isto foi publicado um livro, em continuação dos primeiros, pelo atual sucessor de frère Michel, frère François de Marie des Anges: «Jean-Paul I.er le Pape du Secret» (Tome IV, pp. 545, 2003). Este em sua p. 525 conclui:

« C’est bien là, remarque l’abbé de Nantes, le dernier mot du message de Fatima, enfoui dans le Secret de Marie. L’Evêque vêtu de Blanc, une fois assassiné, il n’est pas fait mention d’un successeur, comme si évêques, prêtres, religieux et religieuses, divers laïcs disparaissaient, n’étant pas renouvelés par celui-là seul qui en avait le pouvoir. Le dernier tableau du Secret nous laisse sur cette effrayante vision d’une consomption de l’Église hiérarchique.»

É a conclusão semelhante à que eu narrei em meus escritos e à qual qualquer católico pode chegar, seja diante da situação da Igreja (já mais clara em 1960), seja seguindo a visão do verdadeiro 3º Segredo publicado em 2000. Quando se embarca na descrição de uma igreja horrível, mas sem ver a hora em que a Igreja ficou sem seu primeiro defensor, o Papa católico, falta o elemento à origem desse descalabro.

Poderia o Céu revelar efeitos, horríveis, mas sem citar sua hórrida causa? Nossa Senhora em La Salette, apontou uma causa quando disse: «Roma perderá a Fé e tornar-se-há a Sede do Anticristo». Omitiria em Fátima essa causa na ocasião de revelar que anticristos abateriam o Papa para ocupar a Sé Romana? Não o fez para quem sabe ler o 3º Segredo! Bastava a visão! Não era preciso um «novo 3º segredo» com novas «ideias» para repetir a velha profecia de Zacarias (13:7): “Levanta-te, ó espada, contra o meu pastor… “Fere o pastor, e as ovelhas se dispersarão; mas voltarei a minha mão aos pequenos.”
E Jesus a invoca em Mateus (26, 31) “Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão.” É Deus mesmo que abate o Pastor seu enviado.

Hoje na Igreja esta profecia é um fato que apresenta-se como castigo;  «Terceiro castigo consequente à magra ou negativa atenção à Sua Profecia. Prefere-se dar atenção à outras que baralham ainda mais a mente dos devotos de Fátima. Até a ingente confusão de duas irmãs Lúcia e da existência de outros «segredos» circulam à solta para evitar a espantosa nua e crua realidade da «liquidação» do Papado por um longo tempo, mais clara desde 1960, de um mundo privado do verdadeiro Vigário de Cristo em terra. Prefere-se engatar a marcha à ré para não admitir que a Sé está vacante de um papa católico desde João 23!

Anúncios

4 Respostas para “3ºs e 4ºs SEGREDOS DE FÁTIMA, no ideário de Átila Sinque e outros

  1. henrique maio 30, 2017 às 11:13 am

    Caro Arai, a leitura dos acontecimentos de Fátima que o senhor apresenta causa, a princípio, perplexidade, por aceitar a versão do segredo divulgada pelo Vaticano. Mas após uma leitura menos apaixonada – porque é um assunto que mexe com o ânimo dos católicos – parece ser a mais coerente e equilibrada entre as que circulam – sem, de um lado, buscar meios de salvar a autoridade dos falsários do Concílio Vaticano II, nem, de outro lado, precipitar-se em implausíveis conspirações, como a tese das duas irmãs Lúcia.

    • Pro Roma Mariana maio 30, 2017 às 4:01 pm

      Caro Henrique, é curioso constatar quanto uma geração decadente como a nossa seja tão relutante em constatar a decadência geral, Sim, porque se há duas irmãs Lúcia, isto só é verdade no plano da heroicidade na fé; antes e depois de Pio XII. Antes, a menina estava pronta a morrer para não trair a verdade. De João 23 em diante, ela até desmentiu o que referira ao padre Fuentes como palavras de Nossa Senhora. Mas enquanto isto, eram mais de 2500 os cardeais e bispos que assinavam o Vaticano 2, que alterou a Doutrina de Nosso Senhor. Mergulhados nessa atmosfera de apostasia, custa-se a crer na mega conspiração, mas esta é do capeta, ele mesmo que anda solto por ai desde então.

  2. Lucia junho 1, 2017 às 4:28 pm

    Creio que Fátima passou a ser a autoridade MÁXIMA da Igreja Católica logo depois do Papa Pio XII. Seguindo esse raciocínio não temos mais papa desde então (e não teremos mais!) e muito menos sede vacante, TODOS os bispos sagrados em Roma e fora de Roma, mesmos com boa intenção (de boa intenção o inferno está cheio) foram sem autoridade, sem jurisdição, sem o cabeça Cristo, sem a graça do Espírito Santo, isso quer dizer que são TODOS inválidos.

    Juan Pablo II anunciado por Nossa Senhora só poderia ser de algum país de língua espanhola (não foi a toa que a Irmã Lúcia escreveu em espanhol, é uma chave!) e isso não aconteceu. A maçonaria já havia arquitetado seu maléfico plano em cima do VERDADEIRO TERCEIRO SEGREDO e em vez de Juan Pablo II: tivemos primeiro o falso João e depois o falso Paulo seguido de um falso João Paulo I que logo morreu para surgir o “papa” do segredo o falso João Paulo II, um polonês (os maçons obviamente sabiam que o Terceiro Segredo havia vazado antes de ser destruído, como fizeram com a própria Irmã Lúcia que o detinha).

    E ficam TODOS a olhar e a se preocupar com Francisco e Roma e a murmurar de suas heresias em milhares de sites e blogs que disseminam o veneno, com vã esperança que as coisas mudem, que Roma se converta (querem o impossível, que o demônio se converta). Aparecem cada vez mais ‘salvadores de Roma”, que são tradicionalistas ritualistas que valorizam o saltério de David e possuem o mesmo discurso: satã tomou a Igreja e precisamos salva-la (FSSPX, ICRSS, IBP, ISP, resistentes, sedevacantes, conclavistas, etc.). A discórdia entre eles é uma coisa impressionante!

    Caríssimos Roma está sem jurisdição a muito tempo e tudo isso não passa de uma ENORME MENTIRA. Monsenhor Marcel Lefebvre obviamente quis “salvar” a Igreja, assim como o Monsenhor Ngo-Dinh-Thuc (que declarou em 1982 a sede vacante) sagrando falsos bispos quando a JURISDIÇÃO não pertencia mais a Roma e eles não tinham mais autoridade nenhuma de sagrar bispos. Por esse motivo hoje sofremos o mal fruto de TODOS esses pseudos bispos sagrados sem autoridade, sem jurisdição, sem o Espírito Santo. Nossa Senhora, a Mulher revestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas já havia colocado um fim nessa hierarquia em que a cabeça não é mais Cristo.

    Onde está a verdadeira Mãe Igreja? Na Pedra que os pedreiros rejeitaram e que tornou-se a Pedra Angular: na humildade e sabedoria do Saltério Angélico ou Saltério de Jesus e Maria, mais popularmente o Santo Rosário, no Imaculado Coração de Maria estão todos esses mistérios da vida de Jesus. A Igreja UNA, CATÓLICA E APOSTÓLICA está em quem é fiel a Fátima, a autoridade MÁXIMA, porque assim Deus quer. O Saltério Angélico é o Evangelho com Maria! Prática muito antiga, os Apóstolos rezavam a Saudação Angélica e a Oração Dominical. Quem despreza hoje em dia o Saltério Angélico ou Saltério de Jesus e Maria (Novo e Eterno Testamento) peca contra o Espírito Santo que nos deu a última tábua da salvação.
    Centenário de Fátima e a sua mensagem está apenas no início. Ide pelo mundo inteiro e pregai Fátima! Somos os verdadeiros mártires do terceiro milênio.
    Que o Imaculado Coração de Maria triunfe!
    Nossa Senhora do Rosário de Fátima ora pro nobis,
    Lúcia
    http://confraternidadedorosario.blogspot.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blondet & Friends

Il meglio di Maurizio Blondet unito alle sue raccomandazioni di lettura

AMOR DE LA VERDAD

que preserva de las seducciones del error” (II Tesal. II-10).

Pro Roma Mariana

Fátima e a Paixão da Igreja

Radio Spada

Radio Spada - Tagliente ma puntuale

Catholic Pictures

Handmaid of Hallowedground

Hallowedground

Traditional Catholic Visualism

Acies Ordinata

"Por fim, meu Imaculado Coração triunfará"

RADIO CRISTIANDAD

La Voz de la Tradición Católica

%d blogueiros gostam disto: